×
267
Fashion Jobs
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D) - Maternity Leave Cover
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Technology Consultant - Product & Supply Chain (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Tech Analyst - Digital & Omnichannel/ Manage Business (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Tech Project Manager - Sales Tech (M/F/D)
Efetivo ·
PRIMARK - PORTUGAL
Estágio Curricular Manager Comercial
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Service Manager - Sales Services (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Buyer - German/Italian/French/Spanish (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Specialist Payroll (m/f) - HR Services - German Speaker
Efetivo ·
ADIDAS
Sap Consultant - bw4hana/Sac (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Sap Consultant - bw4hana/Sac (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Ariba (M/F/D)
Efetivo ·
SACOOR BROTHERS
Fiel de Armazém (Storekeeper) - c. Comercial Colombo
Efetivo · Lisboa
SPORT ZONE
Financial Controller (m/f)
Efetivo · Maia
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Ubbo Alfragide
Efetivo · Lisboa
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sac/bw-ip/Fico (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
FOREO
Marketing Manager - Portugal
Efetivo · LISBON
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Coimbra cc Forum Coimbra - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo ·
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Lisboa cc Chiado - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Amoreiras - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Lisboa
ADIDAS
Data Engineer (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Associate Data Engineer (M/F/D)
Efetivo ·
Por
Portugal Textil
Publicado em
3 de out. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

ATP reinventa-se na continuidade

Por
Portugal Textil
Publicado em
3 de out. de 2022

A associação elegeu os órgãos sociais para 2022-2024, com uma lista única que reconduz Mário Jorge Machado como presidente da direção. A defesa e promoção da ITV, a contratação coletiva e os projetos ligados à sustentabilidade, digitalização e internacionalização são alguns dos objetivos da ATP para o próximo triénio.


Mário Jorge Machado


Os nomes que compõem os novos órgãos sociais da ATP, eleitos a 29 de setembro, transitam, na maior parte dos casos, do triénio anterior. Na direção, Mário Jorge Machado (Adalberto) tem a companhia de Isabel Furtado (TMG), José Guimarães (Fortiustex), Eduardo Moura e Sá (Idepa) e Jorge Pereira (Lipaco) na vice-presidência. Os dois primeiros desempenharam já esta função na direção anterior, enquanto Eduardo Moura e Sá era presidente da assembleia-geral e Jorge Pereira ocupou, nos últimos anos, o lugar de vogal na direção.

Os vogais são, neste triénio, Alexandra Pinho (LMA), Joaquim Almeida (Têxteis J.F. Almeida), José Manuel Vilas Boas (Valérius), Miguel Pedrosa Rodrigues (Pedrosa & Rodrigues), Nöel Ferreira (A. Ferreira & Filhos), Paulo Melo (Somelos), Ricardo Silva (Tintex) e Rui Teixeira (Felpinter), enquanto Samuel Costa (Sonix) e Stéphane Picciotto (Confetil) estão listados como suplentes.

Na assembleia geral, a presidência cabe agora a António Falcão (Têxtil António Falcão), anteriormente presidente do conselho fiscal, acompanhado por Constantino Silva (Lantal Textiles), como vice-presidente, e António Cunha (Orfama), como secretário. Honorato Sousa (Malhas Carjor) e Paulo Faria (Paula Borges) são suplentes.

Já o conselho fiscal passa a ser presidido por Ana Júlia Sampaio Furtado (A. Sampaio & Filhos), anteriormente vogal deste órgão. José Cardoso (OSDM) e Pedro Alves Pereira (Alves Pereira Tapeçarias) são vogais e Paulo Santos (Primma) e Ricardo Conceição (L’Atelier des Créateurs) são suplentes.

No conselho consultivo, que reúne não só empresários e figuras da indústria têxtil e vestuário, mas também personalidades do mundo académico, científico, financeiro ou empresarial, há duas entradas que se destacam: o presidente da Euratex, Alberto Paccanelli, e o ex-Ministro da Economia, Pedro Siza Vieira.

Competitividade e sustentabilidade

A lista única apresentou como mote para este triénio “Reinventar o setor, construir um futuro sustentável”, apostando na continuidade da atividade da associação na defesa dos interesses da indústria têxtil e vestuário, «particularmente na melhoria das suas condições de competitividade, através dos modernos fatores críticos de competitividade, indispensáveis à diferenciação dos produtos e serviços, em concorrência global», algo, refere a associação em comunicado, «nem sempre bem compreendido e promovido pelo poder político, quase sempre desvalorizando o papel económico e social das empresas e dos empresários».

A promoção deste setor, dentro e fora do país, é outra das prioridades apontadas, assim como «reforçar a proximidade da associação aos associados e o seu papel estruturante em toda fileira têxtil».

As metas definidas por esta direção encabeçada por Mário Jorge Machado passam ainda por «promover a contratação coletiva com o objetivo de assegurar a paz social e o desenvolvimento sustentado, com uma melhor e mais equilibrada partilha de benefícios, que só o decorrente aumento da produtividade do trabalho e dos restantes recursos pode proporcionar» e o desenvolvimento de projetos «que possibilitem a realização da missão e objetivos consignados à ATP, particularmente aqueles que terão de estar alinhados com a estratégia da União Europeia, em que prevalecerão as iniciativas destinadas à descarbonização e transição energética, à sustentabilidade e circularidade, à digitalização, à capacitação, à inovação produtiva e à internacionalização das atividades», enumera a associação.

Copyright © 2022 Portugal Têxtil. Todos os direitos reservados.