Avon: acionistas exortam o fabricante de cosméticos a vender

Acionistas da Avon Products Inc apelaram, na segunda-feira, ao fabricante de cosméticos para explorar opções estratégicas, incluindo uma possível venda.


Photo: Avon

Os acionistas, que incluem os grandes investidores Shah Capital, Barington Capital Group e NuOrion Partners, possuem em conjunto uma participação de 3,5% na empresa.
 
O grupo disse estar “extremamente desapontado” com a incapacidade do conselho de lidar com a perda do valor do acionista e de contratar rapidamente um novo diretor executivo.
 
“O conselho valoriza as sugestões de todos os acionistas e está a trabalhar contra o caminho traçado para gerar crescimento lucrativo”, disse um porta-voz da Avon, acrescentando que a empresa está no bom caminho para concluir dentro do prazo previsto a transição de CEOs.
 
Em agosto, após o fundo de investimento Barington ter pressionado a empresa para a sua saída, a CEO da Avon, Sheri McCoy disse que abandonaria o cargo em março de 2018.
 
McCoy foi incapaz de conter as perdas durante os cinco anos em que esteve no comando, à medida que a empresa perdia clientes para players maiores como Estée Lauder Cos Inc e retalhistas especializados como a Sephora, do grupo LVMH.

As ações da empresa perderam quase 90% do seu valor desde que McCoy assumiu o cargo de CEO em 2012.
 
O fabricante de produtos de beleza Coty Inc poderia ser um potencial comprador, disse a analista Linda Weiser, da D.A. Davidson, numa nota a clientes, acrescentando que a Avon pode fornecer acesso à América Latina à Coty, que tem procurado mercados de alto crescimento.

Em 2012, a Coty retirou a sua oferta de 10,7 mil milhões de dólares pela Avon após esta última não ter dado resposta à proposta apresentada.

Traduzido por Estela Ataíde

© Thomson Reuters 2018 Todos os direitos reservados.

CosméticaNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER