Balenciaga encerra licença de óculos com Marcolin e faz parceria com Kering

A Balenciaga encerrou o seu contrato de licenciamento de óculos com a Marcolin e escolheu a Kering Eyewear como a sua nova parceira para a produção e distribuição mundial das suas linhas de óculos de sol e graduados. A primeira coleção produzida pela Kering Eyewear para a Balenciaga será a de primavera-verão de 2019, e estará disponível em retalhistas selecionados a partir de janeiro de 2019.


Photo: Kering Eyewear

Trata-se do fim da colaboração entre a marca parisiense e a Marcolin. “Agradecemos a valiosa contribuição [da Marcolin] para o desenvolvimento da marca nos últimos anos”, disse Cédric Charbit, CEO da Balenciaga. O contrato de licença entre a Marcolin e a Balenciaga foi assinado em 2012, com validade de cinco anos.

Com esta operação, a Kering Eyewear, divisão fundada pelo grupo francês em 2014, coloca do seu lado a última marca de óculos propriedade de François-Henri Pinault que ainda não estava sob a responsabilidade do grupo.

A partir de hoje, a Kering Eyewear passa a administrar um portfólio de 15 marcas, incluindo Gucci, Cartier, Bottega Veneta, Saint Laurent, Alexander McQueen, Stella McCartney, Brioni, Altuzarra, Alaïa, Boucheron, Pommarco, Puma, McQ, Christopher Kane e Tomas Maier.
 
A marca de luxo parisiense foi fundada por Cristobal Balenciaga em 1917 e, em outubro de 2015, nomeou o designer da Geórgia, Demna Gvasalia, como diretor criativo. A Balenciaga será a quarta marca do grupo Kering, depois da Gucci, Bottega Veneta e Saint Laurent, "a superar os mil milhões de euros", disse François-Henri Pinault em fevereiro, durante a publicação dos resultados anuais do grupo de luxo.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

ÓculosLuxo - AcessóriosLuxo - DiversosNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER