×
305
Fashion Jobs
GIANNI KAVANAGH
PR / Influencers Management
Efetivo · BRAGA
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Country Manager Iberica Textile
Efetivo · PORTO
SALSA
Ecommerce Product Manager – Desenvolvimento do Negócio Digital da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SPORT ZONE
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
FOREO
Business Development Specialist
Efetivo · Lisbon
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Lisboa - CDI - Part-Time - 30h - m/h
Efetivo · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Madeira Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Funchal
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Funchal Rua - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Funchal
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Alma Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Coimbra
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - CDD 15h - 6 Meces - Porto Norte H/F
Temporario · SENHORA DA HORA
TOMMY HILFIGER (RETAIL)
Vendedor/a - 30h - Chiado
Temporario · LISBOA
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
23 de mai. de 2022
Tempo de leitura
4 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Balenciaga realiza show histórico no Wall Street de Nova Iorque

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
23 de mai. de 2022

Os convidados que secretamente, ou não tão secretamente, se queixaram do horário do show da Balenciaga, fora das horas previstas, no domingo, em Nova Iorque, esqueceram rapidamente as suas queixas ao entrarem num dos salões nova-iorquinos mais sagrados, ao qual a multidão da moda normalmente não tem acesso: A Bolsa de Valores de Nova Iorque. A marca francesa propriedade da Kering embarcou assim no timing incomum de realizar o primeiro show na Big Apple, sob a direção do designer de moda georgiano Demna Gvasalia – o atualmente diretor criativo da Balenciaga, cofundador da Vetements.


Balenciaga primavera-verão 2023 em Nova Iorque - Balenciaga


A febre do dinheiro de Nova Iorque era imperdível, e era evidente no maço de notas falsas de 100 dólares que chegava num saco de papel amassado como um convite, revelando o endereço de Wall Street.
 
As imagens teaser disponíveis em Balenciaga.com sugeriam uma certa nostalgia sobre a "cidade que nunca dorme".

Imagens de táxis pré-2019 (quando a sobretaxa era de 1,50 dólares) a circularem pela Times Square com um resumo de notícias anunciando a falência da Tavern On the Green, outrora propriedade da Warner LeRoy, que durante os anos 80 e no início dos anos 2000 produziu a maior receita bruta de qualquer restaurante nos Estados Unidos.
 
Isto reflete o facto de a visão de Demna de Nova Iorque poder estar um pouco ultrapassada. Neste momento, as semelhanças mais significativas com essa época são a criminalidade, os problemas subterrâneos e a população de ratos. Ao contrário da década de 1980, Trump já não é bem-vindo, a cocaína caiu em desuso face ao boom da pílula e, apesar da recente subida das taxas de juro do Fed, as taxas de juro estão muito longe do seu máximo de 1981 de 16,63%.
 
Dentro do local, o sino de abertura tocou para iniciar o desfile. Convidados tais como Chloë Sevigny, Pharrell Williams, Ye, Megan Thee Stallion, Frank Ocean e o presidente da câmara de Nova Iorque Eric Adams ocuparam os assentos enquanto assistiam a múltiplos ecrãs, exibindo notícias internacionais e um ticker com cotações de ações. Os modelos saíram ao ritmo de uma banda sonora desconcertante com o esquema de cores preferido de Nova Iorque durante décadas: preto e mais preto. Felizmente, a banda sonora deu lugar a uma voz feminina, cantando uma interpretação melancólica de "New York, New York".
 
Demna deu uma reviravolta a alguns básicos do vestuário de Wall Street dos anos 80: casacos e gabardinas, casacos de peito duplo, pussy bows (gravatas), saias de trapézio, vestidos compridos e justos, etc. Mas para tornar um pouco mais subversivo o guarda-roupa dos Gordon Gekko da vida real e daquelas "secretárias sensuais" politicamente incorretos da época, o designer acrescentou máscaras de látex preto com capuz (esperamos que, para bem dos modelos, o ar condicionado estivesse a funcionar a pleno vapor nos bastidores, pois naquele dia houve uma onda de calor recordista em Nova Iorque).


Look da collab Balenciaga X Adidas revelada em Nova Iorque - Balenciaga


Estes looks artísticos feitos à medida fazem parte da linha 'Garde-Robe', do que é presumivelmente um guarda-roupa de pronto-a-vestir da corretora RTW. Demna terminou os looks com uma dimensão caricatural sobre "esteroides" de derbies masculinos, e pumps insufláveis para as senhoras. Para além destes acessórios, vimos muitos artigos para apelar a todas as gerações, ou seja, roupas para crianças grandes.
 
Mas a Balenciaga não estava aqui para todo o trabalho e nenhuma brincadeira, e talvez por isso sinalizou a enorme pós-festa, a meio do show, quando começou a tocar uma banda sonora eletrónica difícil de resistir, incitando os convidados a balançarem-se nos seus lugares. Os ecrãs começaram a rodar fora de controlo, fazendo com que os preços das ações e as manchetes de notícias enlouquecessem. A vibração coincidiu com a colaboração Adidas X Balenciaga, que entusiasmou os miúdos cool e os amantes de tendências. De acordo com a linha de sobredimensionamento, Demna colocou a sua própria marca nos clássicos fatos de treino, hoodies, tanks e T-shirts, calções, sacos de lona, casacos de luta livre, e sneakers. Vários destes estilos incluíam afinações do logotipo, e Balenciaga foi escrita de trás para a frente.
 
O lançamento especial foi imediatamente posto à venda em Balenciaga.com e será comercializado durante exatamente uma semana. As etiquetas de preço alinham com o excesso dos anos 80; os preços começam em 210 dólares (197,01 euros) por um par de meias e terminam num puffer a 5.500 dólares (5159,88 euros). As T-shirts custam em média 795 dólares (745,84 euros) e os sneakers 995 dólares (933,47 euros). As roupas não têm de ser tão caras, mas são porque podem ser. No caso em questão, os tops "totalmente destruídos", pareciam até que caíram no esquecimento e os ratos de Nova Iorque os roeram, foram recentemente postos à venda por 1,850 dólares (1735,60 euros). Talvez levando à letra a ganância associada aos anos 80?
 
Quando chegou o clímax do final, os ecrãs pareciam prontos a rebentar antes de se desligarem e exibirem um ecrã branco. O momento neste ponto financeiramente significativo foi assustador como que para nos lembrar que, quando pressionamos os limites, por vezes eles explodem.

Balenciaga Spring/Summer 2023 collection

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.