Balmain regressa às passarelas de alta costura de Paris

A maison Balmain vai regressar à temporada de alta costura de Paris com um desfile no calendário oficial em janeiro de 2019.


Balmain Evening Wear from the 44 rue François 1er collection shown in January 2018

O regresso da Balmain será um impulso significativo para a temporada de alta costura de Paris, pois traz de volta uma das maisons mais históricas da moda francesa. A Balmain apresentou o seu último desfile de alta costura em 2002, quando Oscar de la Renta era seu costureiro. Sob o seu atual dinâmico diretor criativo, Olivier Rousteing, o desfile da Balmain tornou-se imperdível na temporada de prêt-à-porter de Paris. Embora um desfile de alta costura leve qualquer marca a um nível mais alto em termos de status.
 
O desfile de alta costura da marca irá celebrar a inauguração de uma nova flagship da Balmain numa célebre rua comercial de Paris, a rue du Faubourg St Honoré, no número 374. Embora a data ainda não tenha sido confirmada, um porta-voz da marca explicou que o desfile de alta costura irá realizar-se na nova flagship, um espaço significativamente grande, com 750 metros quadrados.

"Olivier acredita que esta é uma progressão muito lógica, já que a alta costura faz parte do ADN da Balmain", explicou Txampi Diz, diretor de marketing da marca. Durante a temporada de alta costura de Paris, em janeiro deste ano, Olivier Rousteing apresentou 10 looks de eveningwear de alta qualidade, numa coleção intitulada "44 rue François 1er", em homenagem ao endereço histórico da maison. No entanto, em janeiro de 2019, irá apresentar uma coleção de alta costura completa.

“Com a entrada de tantas marcas novas na alta costura, nada mais justo do que a Balmain estar presente. Olivier considera que, especialmente num momento em que todos estão a criar streetwear, é vital lembrar que o luxo é artesanato, qualidade e roupa, juntamente com um certo nível de savoir faire”, insistiu Txampi Diz.
 
A Balmain foi adquirida pela Mayhoola for Investments, o fundo de investimento apoiado pela família real do Qatar, em junho de 2016. Os novos proprietários ajudaram a financiar um estúdio e atelier sérios na Balmain, com a capacidade de criar alta costura, às vezes conhecida como a locomotiva da moda. “De facto, muitos dos nossos looks de prêt-à-porter já eram de alta costura. O estúdio de Olivier tornou-se um verdadeiro laboratório de novas técnicas e tecidos”, acrescentou Txampi Diz.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirCriação
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER