Benetton planeia regressar aos lucros em 2020

Numa entrevista dada há alguns dias ao jornal La Repubblica, Luciano Benetton, que regressou à liderança da United Colours of Benetton, que co-fundou em 1965, anuncia o regresso do seu grupo à rentabilidade no próximo ano. "Vamos chegar lá! Já reduzimos o défice em 40%: era de 180 milhões em 2017 e agora está abaixo de 100."


A nova campanha da marca, com o fundador do grupo, Luciano Benetton, que aos 84 anos posa para a câmara - @benetton

E continua: "A equipa está quase completa. Oliviero Toscani recorreu ao estilista Jean-Charles de Castelbajac para a direção artística. Parámos de fechar lojas e estamos a começar a abrir novas. Prevejo 100 aberturas no espaço de um ano."
 
Aos 84 anos, Luciano Benetton empresta a sua imagem à nova campanha da marca transalpina, fotografada por Oliviero Toscani: "Estou de volta”, diz. “Poso ao lado de Ayak Mading, uma bela sudanesa de dezoito anos, com mais de dois metros de altura e uma expressão de alegria natural no rosto. Ela é tão moderna que não tem género. Esta fotografia parece retirada das nossas imagens antigas."

"No início, eu não queria, mas Oliviero Toscani convenceu-me. Ele vê as coisas um pouco antes dos outros. Quero sublinhar que, embora seja um jogo divertido, posar aos 84 anos não é uma frivolidade estética. Sou velho e Ayak é jovem; eu branco e ela negra; eu rico e ela pobre."
 
"A nossa vontade de questionar através das imagens também está de volta. Ayak é o futuro que nós imaginámos; a realidade excedeu os nossos sonhos. Para mim, é como ter uma irmã ao meu lado.”

Traduzido por Estela Ataíde

Moda - Pronto-a-vestirDistribuiçãoNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER