×
357
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
EL CORTE INGLÉS, GRANDES ARMAZÉNS SA
Vendedores de Moda
Efetivo - CLT · LISBOA
RE/MAX COLLECTION, MAXGROUP
Profissional do Setor de Moda (m/f) Com Vertente Comercial
Estágio · LISBOA
BROWNIE
Sales Advisor
Efetivo - CLT · PORTO
BROWNIE
Sales Advisor
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - 8ª Avenida - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · São João da Madeira
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Parque Atlântico - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Ponta Delgada
CONFIDENCIAL
Engenheiro(a) de Qualidade Têxtil - Vestuário
Efetivo - CLT · PORTO
SANDRO PORTUGAL
Concession Manager - Lisboa el Corte Ingles h/m
Efetivo - CLT · LISBOA
LION OF PORCHES
Técnico(a) de Qualidade
Efetivo - CLT · VILA DO CONDE
RALPH LAUREN
Sales Associate (Vendedor Loja)
Efetivo - CLT · Alcochete
SANDRO PORTUGAL
16 Hours Sales Assistant Lisbon h/m
Trainee · LISBOA
MINGA LONDON
Stylist
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
13 de out de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Bestseller continua rentável apenas com ligeira perda de receitas

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
13 de out de 2020

O gigante dinamarquês da moda, Bestseller, anunciou na segunda-feira (12 de outubro) que os resultados do exercício financeiro de 2019/20 foram melhores do que o esperado, apesar das "enormes dificuldades" desta primavera. O proprietário da Vero Moda, Jack & Jones e outras cadeias retalhistas disse ter feito um lucro "inesperado" e notou "apenas uma pequena redução no volume de negócios".


Resultados da Bestseller foram melhores do que o esperado - Bestseller


A empresa tem 2.600 lojas, tanto geridas diretamente como através de parceiros, e o seu volume de negócios caiu 6,5% para 24.100 milhões de DKK (3.200 milhões de euros), devido ao impacto do encerramento forçado de lojas. Além disso, o lucro antes de impostos foi de 776 milhões de coroas dinamarquesas. Embora se trate de uma enorme redução de 72%, a empresa conseguiu não incorrer em perdas, como aconteceu com muitas outras empresas de moda dado o resultado da pandemia e dos encerramentos associados.

"Com o resultado deste ano, estamos muito longe de onde deveríamos ter estado em circunstâncias normais", admitiu o diretor da empresa, Anders Holch Povlsen.

"Considerando a atual situação global e os enormes desafios que tanto a sociedade como nós, enquanto empresa, enfrentámos, temos de estar orgulhosos e satisfeitos por podermos anunciar benefícios", acrescentou.

O executivo destacou, também, os esforços do pessoal da empresa, clientes grossistas, parceiros, proprietários e fornecedores para que se alcançasse este resultado.

Dito isto, os desafios que enfrentou durante o ano 2020 "deixaram uma marca clara em grande parte do nosso negócio", adiantou ainda Povlsen, explicando que, alguns mercados, tais como a Índia, América do Norte e América do Sul, "estão de certa forma parados quando se trata de negócios".

No entanto, os países da Europa do Norte e Central "estão a adaptar-se bem e a Europa do Sul também está a fazer bons progressos". No entanto, reconhece que será necessário um "trabalho árduo para voltarmos ao ponto em que estávamos".

Tal como outras empresas, a Bestseller está a rever cuidadosamente os arrendamentos das lojas para determinar a sua viabilidade. Embora, os resultados melhores do que as expectativas, tenham significado que "podemos manter mais arrendamentos do que o esperado".

É evidente que houve um avanço no comércio eletrónico, entre muitos retalhistas de moda no ano passado, e a Bestseller admitiu que, enquanto no seu ano fiscal anterior, este negócio não correspondeu ao pretendido, este ano tem "uma sensação mais positiva".

Nos últimos seis meses, o grupo "conseguiu aumentar significativamente o nosso volume de negócios digital", embora não tenha fornecido números concretos. E, tenciona continuar a "acelerar e investir" nesta área e adotar igual abordagem nos seus esforços de sustentabilidade.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.