Bimba y Lola cresce 11% em 2018 e supera os 200 milhões de euros em faturação

A Bimba y Lola continua em alta. A marca galega de moda e acessórios registou, no exercício de 2018, uma faturação de 201,3 milhões de euros, mais 11,4% do que no ano anterior, no qual registou um volume de negócios de 180,8 milhões de euros.


A Bimba y Lola superou os 200 milhões de euros de facturação em 2018 - Bimba y Lola

O crescimento da marca no último ano fiscal, concluído a 28 de fevereiro, deve-se ao aumento das suas vendas internacionais, que aumentaram 21% em relação ao exercício de 2017.
 
Estas vendas nos mercados externos já correspondem a 28% do volume de negócios total da marca e concentram-se em países europeus como Portugal, França, Reino Unido e Itália (a marca abriu no ano passado lojas em Roma, Milão e Bolonha); em países da América Latina como México, Chile e Colômbia (onde a Bimba y Lola entrou em 2018) e em países asiáticos como Singapura e Coreia.
 
O crescimento da Bimba y Lola no exercício passado foi notório tanto no canal digital quanto nos seus pontos de venda físicos, segundo indica a empresa em comunicado. No final de 2018, a marca contava com 272 pontos de venda em todo o mundo, mais de uma centena fora de Espanha.

A empresa, que emprega cerca de 1.500 pessoas em diferentes áreas, começou em fevereiro de 2018 o processo de encontrar um comprador, mas a operação parou a meio do ano, quando foi nomeado como novo CEO José Manuel Martínez, ex-Esprit, incumbido de pilotar o plano com o qual a marca pretende tornar-se uma marca global.

A empresa fundada pelas irmãs María e Uxía Domínguez avalia o exercício de 2018 como um ano que "representou um importante impulso para o projeto e planos de futuro da Bimba y Lola, que continuará a desenvolver o seu plano estratégico de crescimento durante os próximos anos”.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER