×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de set. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Bimba y Lola avança na recuperação e vê vendas aumentarem 51,4% no primeiro semestre

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de set. de 2021

A Bimba y Lola está no caminho da recuperação. A marca galega de moda e acessórios registou um aumento interanual de 51,4% nas suas vendas no primeiro semestre de 2021. Conforme detalhou a 9 de setembro num comunicado, neste período a marca aumentou a faturação nas suas lojas em 80% face ao mesmo período de 2020.


A Bimba y Lola registou um aumento de 51,4 % nas suas vendas no primeiro semestre - Bimba y Lola - Facebook


Com o canal online a responder por 23% da receita total, “a primeira metade do exercício encerrou com um volume de negócios próximo do nível anterior à crise da pandemia”, informou a Bimba y Lola, sem detalhar o volume exato de vendas.
 
Entre as novidades mais recentes da marca está o lançamento, este mês de setembro, do seu novo site, “uma plataforma de última geração que permite apresentar de forma muito mais abrangente e dinâmica todo o trabalho criativo das equipas da marca”, segundo a empresa.

Paralelamente, no último semestre a Bimba y Lola continuou a trabalhar na execução do seu plano estratégico para se consolidar “como marca global”, com destaque para a abertura de novos mercados na Europa e América Latina, com as primeiras lojas no Peru e na Alemanha.

Ainda no decurso dos primeiros seis meses do ano, o grupo colocou em marcha o projeto da sua nova sede em Vigo, que, juntamente com a ampliação e automatização do seu centro logístico na localidade de Mós (Pontevedra), representa “um investimento chave para aumentar a capacidade de design, desenvolvimento, produção e distribuição dos produtos da marca, para acelerar a digitalização dos seus processos e dar um significativo passo em frente na implementação do seu modelo de criatividade sustentável”, detalhou.

Fundada pelas irmãs María e Uxía Domínguez, a Bimba y Lola fechou o exercício de 2020 com receitas de 164,8 milhões de euros, um valor 27,4% inferior ao de 2019. No ano da pandemia, as vendas digitais da empresa cresceram consideravelmente (66%) e atingiram 34% do total. Já as vendas internacionais da marca representaram 32% do total.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.