×
Publicidade
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
17 de jun de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Birkenstock nomeia novo diretor-geral para a Europa

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
17 de jun de 2021

A popular marca de calçado com sede na Alemanha tem um novo diretor-geral para a Europa. Nico Bouyakhf será o responsável por toda a região em todos os canais de venda, incluindo o do consumidor.


Nico Bouyakhf é o novo diretor-geral da Birkenstock para a Europa - Birkenstock


Embora suceda a Michael Schmitz, que deixou a empresa com destino desconhecido, a sua nomeação coincide com a saída do co-CEO Markus Bensberg, que também se afasta das operações quotidianas, deixando Oliver Reichert, a quem Bouyakhf irá reportar, como único CEO.
 
Considerado um especialista em vendas e marketing, Bouyakhf chega à Birkenstock  procedente da Nike, onde era diretor-geral de roupa desportiva na região central da EMEA. A sua carreira de 20 anos abrange moda e roupa desportiva e inclui posições de direção com responsabilidade global ou pan-europeia. No início da sua carreira, também trabalhou na Converse e na Zalando, entre outras.

No seu novo cargo, Bouyakhf assumirá principalmente a responsabilidade de garantir crescimento e vendas mais sólidas em mercados europeus individuais. A chave será a crescente digitalização nesses mercados.
 
O executivo chega à Birkenstock numa altura em que a marca continua a desfrutar de uma posição de destaque nos media, sendo uma presença frequente nos relatórios trimestrais dos produtos mais procurados da Lyst. 

A sua chegada acontece logo após a empresa franco-americana de private equity L Catterton adquirir uma participação maioritária na Birkenstock em associação com a Financière Agacheholding do multimilionário Bernard Arnault.
 
Os irmãos Christian e Alex Birkenstock, que mantêm uma participação na empresa, declararam na altura: "Nos próximos 250 anos, precisamos de parceiros que partilhem a mesma visão estratégica e de longo prazo da família Birkenstock."
 
Os novos coproprietários "trazem um profundo conhecimento dos detalhes de um negócio de fabrico que tem tudo a ver com qualidade e um respeito por marcas com uma longa tradição" como a Birkenstock, acrescentaram.

De acordo com os números da empresa, a Birkenstock alcançou vendas de aproximadamente 720 milhões de euros e lucros em torno de 130 milhões de euros em 2019. Apesar do impacto da pandemia deCovid-19, a receita e os lucros da Birkenstock em 2020 estiveram aproximadamente em linha com os do ano anterior.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.