CEO da Quiksilver, Pierre Agnès, desaparece no mar

Um importante dispositivo de buscas foi desencadeado na terça-feira ao largo de Hossegor, na costa sudoeste de França, para encontrar Pierre Agnès, CEO da Quiksilver, cujo barco vazio foi encontrado numa praia, anunciou a prefeitura da região.


Pierre Agnès - ©Iroz Gaizka, AFP

“O barco de Pierre Agnès, de 54 anos, presidente do grupo Boardriders Inc, proprietário das marcas Quiksilver, Roxy e DC Shoes, foi encontrado esta manhã na praia de Boiteux em Soorts-Hossegor. Agnès saiu para o mar às 7h30 de terça-feira, 30 de janeiro”, escreveu a prefeitura de Landes num comunicado. O serviço de emergência não conseguiu confirmar se Agnès estava sozinho a bordo ou não.  
 
“As buscas aeromarítimas estão a decorrer, em estreita coordenação com o prefeito marítimo do Atlântico, responsável pelas operações de resgate no mar”, acrescentou a prefeitura. O dispositivo de buscas inclui dois barcos patrulha e três helicópteros, bem como patrulhas terrestres na costa, segundo a Prefeitura Marítima do Atlântico. Na zona de buscas, o mar está agitado (1,25 a 2,5 metros), mas o vento está fraco e a visibilidade é de 2 km.
 
Pierre Agnès começou há quase 30 anos a sua carreira na Quiksilver, onde dirigiu o design das suas marcas a partir da sede europeia em Saint-Jean-de-Luz (Pirinéus Atlânticos).
 
O grupo americano foi bastante afetado financeiramente por uma desastrosa operação de compra-revenda da marca de esqui Rossignol (2005 e 2008) e, em junho de 2014, o valor das ações em Wall Street caiu mais de 40% num único dia. No início de janeiro, a empresa-mãe norte-americana das marcas Quiksilver e Roxy anunciou que se preparava para comprar a rival australiana Billabong, fundindo dois importantes nomes do sportswear.

Juntas, estas duas empresas bem implantadas no mundo do surf, esqui e skate totalizam 630 lojas em 28 países, 7000 empresas clientes em 110 países e sites online em 35 países. A Boardriders está sob o controlo do fundo de investimento Oaktree, que já detém 19% da Billabong.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.

DesportoNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER