Calções de compressão da Oldtrading dão força ao Ajax na Champions

O percurso do Ajax na Liga dos Campeões tem surpreendido o mundo do futebol. Depois de eliminar os colossos Real Madrid e Juventus, o clube holandês joga esta quarta-feira a segunda mão das meias-finais, já com uma vantagem de 1-0, conquistada na casa do Tottenham. Mas por trás desta equipa sensação está uma ajuda de Portugal. A Oldtrading, empresa têxtil de Famalicão, desenvolveu uns calções inovadores que têm sido utilizados pelo clube holandês desde o início da prova, e que entretanto já começaram a suscitar o interesse de grandes emblemas europeus.



“São uns calções de elevada compressão, capazes de pressionar os músculos da coxa, de forma a aumentar o fluxo sanguíneo e diminuir a sensação de cansaço. Tornam-se especialmente eficazes em provas de grande resistência, como num jogo de 90 minutos”, explica Francisco Pinheiro, do departamento comercial da Oldtrading, empresa especializada em vestuário seamless.

A ideia foi concebida pela marca holandesa Knap’man, que viu na Oldtrading o parceiro ideal para desenvolver o produto. “À estrutura que tinha sido desenhada com ajuda de médicos especializados, juntamos uma fibra especial em elastano, que pela sua força garante mais resultados”, afirma o representante da têxtil de Famalicão. Mas para além da capacidade de compressão, a empresa portuguesa conseguiu ainda que o produto se tornasse eficaz nos vários músculos da coxa, adaptando-se as necessidades de cada atleta.

E os resultados parecem estar à vista. Curiosamente, os calções foram experimentados pela primeira vez no jogo contra o Benfica no Estádio da Luz, durante a fase de grupos, que viria a terminar empatado a uma bola. “Na altura foram utilizados apenas por 6 jogadores, mas hoje é usado por toda a equipa, tanto nos jogos como nos treinos, dependendo das necessidades e das preferências de cada um”, explica Francisco Pinheiro.

Para além de terem sido bem aceite pelos atletas, os calções já suscitaram o interesse de outros clubes, nomeadamente da Premier League, que já contactaram a Knap’man a pensar na próxima época. Um bom prenúncio que levanta as expectativas da Oldtrading. “Até agora este produto já fez 100 mil euros em vendas, mas acreditamos que até ao final do ano chegue aos 400 mil”. Um valor cada vez mais considerável para a têxtil de Famalicão, cuja faturação anual ronda os 3 milhões de euros.

Entretanto, o sucesso dos calções já inspiraram até novos desenvolvimentos. “Estamos a trabalhar numa versão em legging, que estende o efeito de compressão a toda a perna” adianta Francisco Pinheiro, admitindo que toda a equipa da Oldtrading, atualmente composta por 49 colaboradores, estará esta noite, em frente à televisão, a torcer por mais uma vitória do Ajax na Liga dos Campeões.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

DesportoIndústria
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER