×
Publicidade
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
27 de jan de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Calzedonia regista crescimento de 4,7% em 2019, sendo 56% no estrangeiro

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
27 de jan de 2020

O grupo italiano de moda Calzedonia encerrou 2019 com uma faturação de 2.411 milhões de euros, um aumento de 4,7% (+ 4,4% à taxa de câmbio constante) em comparação com os 2.303 milhões de euros em 2018. As exportações continuaram a crescer, atingindo 56% do total das venda, assim como o comércio eletrónico.


Sandro Veronesi, líder do grupo Calzedonia

 
Durante o período, o grupo acrescentou 188 unidades à sua rede de lojas, sendo 138 no estrangeiro, principalmente em países como China, Rússia, França, Alemanha, Japão e Estados Unidos, atingindo um total de 4.859 lojas, das quais 3.103 no estrangeiro e 1.756 em Itália. O canal de retalho e o comércio eletrónico foram fortalecidos e renovados, com investimentos de 200 milhões de euros.
 
Em 2019, a empresa abriu as primeiras lojas da marca Falconeri na China, França, Japão, Espanha e Estados Unidos, e desenvolveu as marcas Intimissimi Uomo, Atelier Emé e Signorvino em Itália. Em relação à marca Signorvino, a empresa está a avaliar a possibilidade de fazer as primeiras aberturas internacionais, em mercados onde a paixão pelo vinho e o made in Italy estão a crescer, como os países da Europa Oriental. Além disso, o grupo informou que irá continuar a renovação e modernização das lojas Calzedonia, Intimissimi e Tezenis existentes.
 
Atualmente, o grupo está presente em 54 países e possui fábricas em Itália, Sri Lanka, Croácia, Roménia, Bulgária, Sérvia, Bósnia e Etiópia.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.