×
351
Fashion Jobs
PRIMARK - PORTUGAL
Estágio Curricular Manager Comercial
Efetivo · PORTO
SACOOR BROTHERS
Brand Manager (m/f)
Efetivo · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Ubbo Alfragide
Efetivo · Lisboa
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Porto
SALSA
Conversion Rate Optimization Specialist – Otimizar a Experiência de Compra no Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
HR Specialist - Gbs Operations - General Admin (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Project Manager - Fulfilment Programs (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply / Fulfillment (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs HR Services (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Procurement Manager (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sap sd (Afs & s4/Hana) (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply Primary Data (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Supply Chain Management Products - Tms Integration (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Project Manager Supply Chain (M/F/D)
Efetivo · Porto
SALSA
Marketplaces Account Manager - Oportunidade de Contrubuir Para a Internacionalização da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sac/bw-ip/Fico (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior HR Specialist - HR Systems Support (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - Systems Support (M/F/D)
Efetivo · Porto
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
29 de mai. de 2020
Tempo de leitura
4 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Capri anuncia a reabertura por fases das lojas Jimmy Choo, Michael Kors e Versace

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
29 de mai. de 2020

Capri Holdings Limited, o grupo de luxo que controla a Jimmy Choo, Michael Kors e Versace, deu a conhecer os planos pormenorizados para a reabertura de boutiques, constante e por fases, na sua extensa rede global.

A notícia surge como o último sinal de que a moda e a venda a retalho de luxo estão a recuperar lenta e cautelosamente, depois de quase toda a rede global do sector ter sido encerrada em março devido à pandemia. Atualmente, pouco mais de metade da frota global de lojas de retalho da Capri está aberta, mas a situação vai evoluir rapidamente para melhor.
 
Na semana passada, numa jogada de arromba, Giorgio Armani anunciou a reabertura de cerca de 100 boutiques na sua rede global.


Jimmy Choo


No continente americano, todas as lojas Jimmy Choo, Michael Kors e Versace fecharam em meados de março de 2020. Atualmente, apenas uma em cada oito das 455 lojas de retalho do grupo está aberta na região. No entanto, num comunicado divulgado, quinta-feira (28 de maio), a Capri afirmou que "prevê ter a maioria aberta até ao início de julho de 2020.  Embora ainda estejamos no início do processo de reabertura, estamos animados com a resposta inicial".
 
Na região classificada como Europa, Médio Oriente e Ásia, ou EMEA, todas as lojas da Jimmy Choo, Michael Kors e Versace foram também encerradas em meados de março. No entanto, atualmente, quase 60% das 318 lojas de retalho da região estão abertas e a Capri espera ter a maioria aberta até ao início de julho próximo. "As vendas nas lojas reabertas são aproximadamente 50% do volume do ano anterior desde a reabertura, em comparação com o mesmo período do ano passado", disse a Capri. Ou seja, o grupo está a ter um desempenho, quando muito, melhor do que a média da indústria da moda.

Na Ásia, a Capri observou que as lojas da Grande China começaram a fechar no final de janeiro. Hoje, todas as 288 lojas da China estão abertas. 
 
Enquanto no Japão, Coreia do Sul e outras partes do sudeste asiático, a Capri começou a fechar lojas em fevereiro. Atualmente, quase 70% das 210 lojas nestas zonas estão abertas. 
 
Em termos de volume, na China Continental, o volume de negócios "começou a aumentar gradualmente, com vendas em abril e maio, aproximadamente planas até ao ano passado na Versace e Jimmy Choo, e aproximadamente 80% dos níveis do ano anterior na Michael Kors para o mesmo período".
 
Passando ao comércio electrónico, os sites da Jimmy Choo, Michael Kors e Versace, "estão a gerar fortes vendas, com a Versace e Michael Kors a quase duplicarem os níveis do ano anterior em abril e maio", disse o grupo.
 
O grupo teve o cuidado de sublinhar que todas as reaberturas irão priorizar a saúde e a segurança dos seus funcionários, clientes e comunidades.  
 
"Estamos a adoptar uma abordagem prudente e ponderada, na reabertura das nossas lojas, para assegurar todas as precauções necessárias, mantendo a experiência excepcional que os nossos clientes esperam das nossas casas de luxo", disse o presidente e CEO, John Idol. "Quero agradecer às nossas equipas, em todo o mundo, pelo trabalho árduo e dedicação que demonstram todos os dias.  Estou incrivelmente orgulhoso de toda a nossa organização, pois apoiaram-se uns aos outros e às suas comunidades durante este tempo sem precedentes".
 


"A pandemia de COVID-19 teve um impacto profundo nas nossas vidas e nos nossos negócios de uma forma que não poderíamos ter previsto. Temos um portfolio de três casas de luxo icónicas, lideradas pelo fundador, que continuam a inspirar paixão e entusiasmo junto dos seus clientes", acrescentou Idol. "À medida que o mundo emerge do encerramento global, acreditamos que os nossos consumidores irão, mais uma vez, expressar-se através da moda e do luxo. Continuamos confiantes e optimistas quanto às oportunidades, a longo prazo, para cada uma das nossas casas de luxo únicas".
 
Em toda a sua rede de lojas, a Capri salientou que implementou procedimentos de limpeza e higienização, com especial atenção às superfícies de alto toque; encorajou os consumidores a usar uma cobertura facial, durante as compras, e disponibilizou máscaras para os consumidores que não têm as suas próprias máscaras. Embora mantendo regras de distanciamento social; os higienizadores de mãos são obrigatórios em todas as lojas.
 
O pessoal foi preparado com novos protocolos de saúde e segurança; receberá novos rastreios e verificações de temperatura à chegada ao trabalho; e será dotado de coberturas faciais e luvas.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.