×
Por
Reuters
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
6 de abr. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Carla Zampatti: estilista de berço italiano que ganha fama na moda australiana morre aos 78

Por
Reuters
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
6 de abr. de 2021

Ícone da moda australiana Carla Zampatti (CZ), nascida em Itália, e conhecida pelos desenhos elegantes, assim como pelos esforços de dar poder às mulheres e por vestir celebridades – como Nicole Kidman e Cate Blanchett – legou uma obra singular ao longo de mais de meio século. Morreu aos 78 anos após uma queda em Sidney, como informou a sua família no sábado (3 de abril).


Carla Zampatti, estilista italiana radicada na Austrália, mãe de três filhos de dois casamentos e avó de nove netos - Foto: Carla Zampatti memorial via Myfarewelling


As atrizes Nicole Kidman e Cate Blanchett – assim como a ex-primeira-ministra Julia Gillard (primeira mulher a ocupar este cargo no seu país) e a princesa Mary da Dinamarca (Maria Isabel Donaldson de solteira) – encontravam-se entre as australianas influentes que usaram as roupas de Zampatti.

"Continuou a prosperar como mulher de negócios através de enormes mudanças radicais e sociais, desenhando roupas para mulheres que lutam pela libertação através do movimento dos direitos da mulher nos anos 60 para dar poder às mulheres de hoje", disse a família numa declaração, comunicando que Carla Zampatti foi hospitalizada na semana passada após uma queda aparatosa numa apresentação da ópera, La Traviata de Verdi, ao ar livre..

No início dos anos 70, Carla Zampatti tornou-se uma das primeiras estilistas a introduzir fatos de banho nas suas coleções na Austrália, então socialmente conservadora.

Nasceu em Itália em 1942, pouco antes da sua família emigrar para a Austrália em 1950. Zampatti produziu a sua primeira pequena coleção de moda em 1965, antes de criar a Carla Zampatti Pty Ltd cinco anos mais tarde.


Carla Zampatti foi uma das primeiras estilistas a introduzir fatos de banho nas suas coleções na Austrália onde abriu dezenas de boutiques - Instagram / @carlazampatti


"É espantoso o que se pode fazer com uma incrível quantidade de otimismo juvenil e muito pouco dinheiro", disse Zampatti à Associated Press australiana em 2009.

Uma sábia mulher de negócios que abriu dezenas de boutiques por toda a Austrália. Zampatti assumiu também vários cargos de direção e serviu como presidente do serviço público australiano de radiodifusão o Special Broadcasting Service.

"Perdemos uma australiana verdadeiramente grande e inspiradora", disse o Primeiro Ministro Scott Morrison numa declaração, acrescentando que Zampatti não era apenas um ícone da indústria da moda, mas pioneira como empresária e campeã de uma abordagem multicultural.

"A sua contribuição para a nossa nação será intemporal, tal como os seus desenhos".

Na página memorial online de Zampatti, uma cliente que se identificou apenas como Louise escreveu: "É verdade que cada peça que uso da linha CZ me faz sentir confiante, elegante e habilitada... Obrigada pelos anos de inspiração".

Carla Zampatti era mãe de três filhos de dois casamentos e avó de nove netos, disse a família à imprensa.
 

© Thomson Reuters 2021 Todos os direitos reservados.