×
283
Fashion Jobs
ADIDAS
Financial Controller & Reporting Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Service Desk Specialist
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
JD SPORT
Demand Planner Retail
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Iberia HR Business Partner
Efetivo - CLT · Madrid
ADIDAS
HR Controlling & Data Analytics Senior Specialist (m/ f
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Manager - Project Management & Strategy
Efetivo - CLT · Porto
 GRUPO CONSTANT SERVIÇOS EMPRESARIAIS, LDA.
Area Manager - Retalho/Moda (m/f) - Lisboa
Efetivo - CLT · Lisboa
ADIDAS
Sales Associate Centro Comercial Norteshopping
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Sap Specialist fi/co e HR
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Gbs Senior Buying Specialist (m/ f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
General Ledger Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
H&M
Senior Lawyer - Expansion Department
Efetivo - CLT · Barcelone
LION OF PORCHES
Editor de Imagem/Vídeo (m/f)
Efetivo - CLT · PORTO
LION OF PORCHES
Editor de Imagem (m/f)
Efetivo - CLT · PORTO
BIMBA Y LOLA
Vendedores - Coimbra
Trainee · COÍMBRA
ZILIAN
Sales Assistant
Efetivo - CLT · LISBOA
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Guimarães Shopping (m, f)
Efetivo - CLT · Guimarães
SOPHIA KAH
Comercial
Efetivo - CLT · FELGUEIRAS
BOTTEGA VENETA
Sales Assistant
Trabalho temporário · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 30h - CDD 6 Meses - Eci Lisboa H/F
Trainee · LISBONNE
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Arrábida Shopping - Vila Nova de Gaia (m, f)
Efetivo - CLT · Porto
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Rua Pascoal de Melo (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa

Cavalli adquiriria pelo Dico Group (Damac), do multimilionário Hussain Sajwani

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 28 de nov de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

A Roberto Cavalli tem oficialmente um novo proprietário. A empresa de investimentos do presidente da Damac, Hussain Sajwani, anunciou que concluiu a aquisição da empresa de moda italiana. A transação diz respeito à totalidade das ações da Roberto Cavalli SpA, que até ontem (mais de 90%) pertenciam ao fundo Clessidra.


Roberto Cavalli


"Estamos empolgados por levarmos adiante a incrível história da marca Roberto Cavalli. O grupo Dico tem uma longa e frutuosa colaboração com a Roberto Cavalli, e acredito que a marca se encaixa perfeitamente com a nossa ideia de luxo", comentou Hussain Sajwani, que fundou em 2002 a empresa de desenvolvimento imobiliário Damac Properties.
 
"Tenho o prazer de anunciar que a transação ocorreu sem problemas e que garantiremos a estabilidade da administração", concluiu o empresário, que é considerado um dos homens mais ricos dos Emirados Árabes Unidos e foi o 962.º colocado no ranking da Forbes Billionaires 2019.
 
A aquisição foi realizada através do veículo de investimento privado Vision Investments, parte do Dico Group. Em 2017, Roberto Cavalli assinou uma colaboração com o grupo de Hussain Sajwani para a criação do design de interiores do primeiro Aykon Hotel na Marina do Dubai.

Fundado em 1992, o Dico é o braço de investimentos de Hussain Sajwani. A operação de aquisição da Cavalli representa a sua primeira incursão no mundo da moda. O Dico tem interesses diversificados em todo o mundo e espera investir cerca de 3 mil milhões de dólares nos próximos anos em mercados importantes como Europa e Estados Unidos.


Hussain Sajwani


O magnata árabe venceu a disputa pela marca, superando outros concorrentes, incluindo a OTB, de Renzo Rosso, e a American Bluestar Alliance. O fundo Clessidra colocou a empresa à venda após inúmeras tentativas de relançamento. A posição do CEO Gian Giacomo Ferraris, que ingressou na empresa em 2016 para recuperar o crescimento, deverá manter-se.
 
A Roberto Cavalli registou perdas de 33,7 milhões de euros em 2017 e está a emergir de um forte plano de racionalização, com cortes no estilo, no marketing e na rede de vendas. Neste momento, após a saída de Paul Surridge, a marca está sem diretor criativo. Em abril, interrompeu as atividades da sua filial americana.

O plano de recuperação apresentado pela empresa, apoiado pelo novo proprietário árabe, convenceu o Tribunal de Milão, que considerou os "prazos de reestruturação particularmente breves e credíveis", e concordou com a "capacidade da empresa para pagar os credores". Até ao momento, não se sabe se os funcionários das fábricas italianas e os da sede de Osmannoro, localizada perto de Florença, serão mantidos.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.