×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
28 de jun. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

CEO da Burberry deixa o cargo e muda-se para a Ferragamo no final do ano

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
28 de jun. de 2021

Num anúncio surpresa, a Burberry comunicou na segunda-feira que o seu CEO, Marco Gobbetti, deixará a empresa de luxo no final do ano. Gobbetti, que esteve à frente do grupo durante um período de transformação de cinco anos, irá aproveitar outra oportunidade "que lhe permitirá voltar a Itália e estar mais perto da sua família". Acredita-se que assumirá uma função semelhante na Ferragamo.


Burberry


Gobbetti substituiu o designer e CEO Christopher Bailey há quase cinco anos e criou uma nova estratégia, mais sofisticada, trabalhando em estreita colaboração com o novo diretor criativo, Riccardo Tisci.
 
A empresa sublinhou que inicia agora a procura por um sucessor. Gobbetti trabalhará com o presidente Gerry Murphy "para fornecer apoio total à equipa de liderança executiva com vista a uma transição ordenada", mas será claramente um período incerto para a empresa.

A Burberry está a recuperar e continua com a sua estratégia orientada por Gobbetti após a pandemia e, provavelmente, não haverá falta de executivos ansiosos por liderá-la. Mas, líderes com experiência e capacidade para dirigir um negócio de luxo tão importante não aparecem todos os dias. Como já mencionado, a Burberry disse esperar que Gobbetti fique até ao final do ano. No entanto, existe a possibilidade de que qualquer nova nomeação tenha um longo período compromisso com o seu cargo atual, que se poderá estender até 2022. Uma opção poderia ser um candidato interno, mas até agora não há indicação de onde a Burberry poderá estar a procurar para substituir Gobbetti.

Gerry Murphy declarou: “Gostaria de agradecer a Marco pela parceria e pela imensa contribuição que deu à Burberry. Teve um impacto transformador e estabeleceu um propósito e uma estratégia claramente definidos, uma equipa excecional e um forte impulso para a marca. O conselho de direção e eu estamos naturalmente dececionados com a decisão de Marco, mas entendemos e respeitamos o seu desejo de regressar a Itália ao fim de quase 20 anos no estrangeiro. Com a execução da nossa estratégia em vigor e a nossa perspetiva inalterada, estamos determinados em construir sobre as bases sólidas da Burberry para acelerar o crescimento e oferecer mais valor aos nossos acionistas.”

Por sua vez, Gobbetti acrescentou: “Foi um privilégio incrível atuar como CEO da Burberry e liderar uma equipa tão talentosa. Como grupo, elevámos e fortalecemos a marca e o negócio, sem deixarmos de ser uma força positiva. Com a Burberry revitalizada e firmemente no caminho para um forte crescimento, sinto que agora é o momento certo para deixar o cargo. Gostaria de agradecer aos meus colegas, assim como a Gerry e ao conselho de direção pela colaboração.”

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.