×
374
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

CEO da Gap, Art Peck, deixa o cargo

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 8 de nov de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Aos 64 anos, Art Peck deixa o grupo Gap. Uma partida inesperada. No grupo de distribuição americano desde 2005 e presidente diretor-geral (CEO) desde o início de 2015, o antigo líder do Boston Consulting Group vê a sua posição ser assumida pelo presidente do conselho de administração.


Art Peck - AFP


Robert J. Fischer, herdeiro da família fundadora, é, portanto, anunciado como o novo líder do grupo, que inclui as marcas Old Navy, Gap, Banana Republic, Athleta, Intermix, Janie and Jack e Hill City. No grupo há 35 anos, está no board da empresa desde 1990 e é presidente não executivo do conselho de administração desde 2015.
 
"Em nome de todos os membros do conselho, quero agradecer a Art pelas suas numerosas contribuições à Gap Inc., que se estendem por quase 15 anos de carreira na empresa", declarou Robert S. Fischer num comunicado. "Desde que Art se tornou CEO, fizemos progressos investindo em recursos orientados para o futuro, tal como a extensão da experiência do cliente omnicanal e o desenvolvimento das nossas capacidades digitais."

Esta grande mudança é anunciada numa altura em que a administração iniciou um plano de racionalização da sua rede de lojas, mas apresentou também o seu projeto de divisão entre a Gap e a Old Navy. Algo que deveria ser implementado no início de 2020. Resta saber se a estratégia, que tornaria a Old Navy uma entidade autónoma e estabeleceria uma reorientação da Gap para o denim, será implementada.

Além disso, esta decisão acontece com o grupo a apresentar resultados trimestrais em declínio. As vendas caíram 4% numa base comparável, com um recuo de 7% para a Gap, 3% para a Banana Republic e 4% para a Old Navy.
 
"Foi um trimestre difícil, os impactos macroeconómicos e a queda na frequentação exacerbaram ainda mais a pressão sobre os resultados que já foram afetados por problemas em termos de produto e de execução nas principais marcas", disse a diretora financeira, Teri List-Stoll.

Entre o declínio nas vendas e a saída de Art Peck, as ações caíram mais de 7%, para 16,75 dólares americanos no fecho da Bolsa de Nova Iorque. No início do ano, a sua ação estava em 25,75 dólares americanos.
 
No ano passado, o grupo Gap realizou um volume de negócios de 16,6 mil milhões de dólares.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.