×

Chanel prestes a concluir compra do curtume Degermann

Publicado em
today 4 de out de 2019
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

A imprensa francesa está a dar como certa a compra da Tannerie Degermann pela Chanel. A empresa especializada em pele bovina foi fundada em 1832 em Barr, na Alsácia, e é um fornecedor histórico da marca francesa de luxo. Cerca de 50% do volume de negócios da empresa é proveniente de exportação, principalmente para Itália, Alemanha, Estados Unidos, China e Suíça.


degermann.com


Ao ser questionada pela FashionNetwork.com durante a feira Lineapelle, que está a realizar-se em Milão, a empresa francesa confirmou que as negociações com a Chanel estão em andamento e devem ser finalizadas ainda em 2019. O valor da transação não foi revelado.
 
A marca de luxo francesa continua a fortalecer a sua cadeia produtiva, com operações que às vezes envolvem a aquisição total ou apenas da participação maioritária em fabricantes locais. A Chanel já adquiriu curtumes anteriormente, como a francesa Haas e a espanhola Colomer Leather, em agosto de 2018, e a italiana Conceria Samanta em julho deste ano. Além destas, a empresa também adquiriu a fabricante suíça de relógios Kenissi e a produtora finlandesa de materiais biodegradáveis ​​Sulapac.
 
A gigante do luxo, que pertence aos altamente reservados irmãos Wertheimer, registou em 2018 uma receita de 11,12 mil milhões de dólares, um crescimento de 10,5% a taxas de câmbio constantes, e multiplicou os seus investimentos para mil milhões de dólares (+129%).

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.