Chanel se sai melhor que Renault ou Airbus?

O volume de negócios da fileira da moda francesa atinge os 150 mil milhões de euros/ano e é largamente superior ao das indústrias aeronáutica (102 mil milhões) e automóvel (39 mil milhões), de acordo com um estudo realizado pelo Institut Français de la Mode.

Desfile Chanel Métiers d'Art - Outono-Inverno 2018 - Womenswear - Paris - © PixelFormula

O estudo foi encomendado pela Féderation Française de la Couture e a Féderation du Prêt-à-Porter Féminin, que pela primeira vez na história das duas instituições se juntaram numa iniciativa e falaram a uma só voz. 

“A generalidade dos franceses e mesmo os poderes públicos não têm consciência de que quando vamos ao estrangeiro, não nos falam da Airbus ou da Renault, mas sim da Chanel, Dior ou Cartier”, explicou Ralph Toledano, presidente da Féderation Française de la Costure.

Em França, a fileira da moda emprega um milhão de pessoas, vale 1,7% do PIB e é responsável por 33 mil milhões de euros de exportações, menos que a aeronáutica (56 mil milhões), mas mais que a automóvel (19 mil milhões de euros).

Copyright © 2016 Jornal T

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

LuxoNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER