Christelle Kocher vence 30.º Prémio Andam

O Andam, o mais valioso prémio independente da moda, celebrou na quinta feira, em Paris, a sua 30.ª edição, concedendo a distinção a Christelle Kocher, fundadora da marca francesa Koché.


Christelle Kocher, fundadora da Koché, conquistou o prémio da Andam

"Estou muito orgulhosa por receber este prémio e fazer parte de um extraordinário grupo de criadores premiados. Esta é a validação de um percurso percorrido por uma jovem apaixonada por moda e artesanato. Um sonho que me permitiu superar tantos obstáculos e desafios”, declarou Christelle Kocher.
 
Christelle Kocher conseguiu vencer uma série impressionante de finalistas, incluindo Coperni e Hed Mayner, para o Grand Prix de 250 mil euros da Andam (Association Nationale pour le Développement des Arts de la Mode).
 
Cerca de 300 especialistas em moda reuniram-se nos salões dourados do Ministério da Cultura no Palais Royal para celebrar as três décadas da Andam. Nathalie Dufour imaginou este prémio único em colaboração com Pierre Bergé, o falecido parceiro de Yves Saint Laurent.

"Era um projeto bastante inovador quando começámos. Martin Margiela ganhou o primeiro prémio e, claro, nunca se apresentou", brincou Nathalie Dufour ao passar pelo detetor de metais com a FashionNetwork.com para entrar no Ministério, situado em frente ao Louvre .
 
O prémio da Andam sempre se distinguiu pelo júri composto por 27 elementos, incluindo o CEO do grupo Kering, François-Henri Pinault, o presidente da OTB, Renzo Rosso, Martin Margiela e vários nomes importantes da moda francesa, como Pascal Morand, Guillaume Houzé, Geoffroy de la Bourdonnaye, Jean Cassegrain e Guillaume de Seynes.
 
Durante toda a noite, os convidados divertiram-se a tentar adivinhar qual dos presentes era o famoso, mas tímido Martin Margiela, após o funcionário que substituiu o ausente ministro da Cultura, Franck Riester, dar as boas vindas ao evento ao misterioso ex-criador.

No entanto, Guillaume Houzé mencionou no seu longo discurso que Martin Margiela não estava presente. Outro membro do júri declarou que Martin Margiela só participara das deliberações do júri via Skype.
 
Cerca de 13 finalistas competiram pelos quatro prémios. O muito cobiçado prémio de marca criativa foi concedido a Nicolas Lecourt Mansion, enquanto a Khaore, composta pela dupla Wei Hung Chen e Raiheth Rawla, ganhou o prémio acessórios de moda.

"É uma sensação incrível. Estamos muito felizes. E parece que teremos que fazer algo especial em Nova Iorque em setembro", disse a dupla taiwanesa-indiana que, como todos os millennials de Nova Iorque, mora no Brooklyn.
 
O prémio de inovação foi entregue à Worn Again Technologies, de Adam Walker e Cyndi Rhoades.
 
Cada finalista apresentou os seus projetos no início do dia ao júri, que depois celebrou o aniversário do seu prémio no concept club Jean Louis La Nuit.

"Quando começámos, estávamos realmente comprometidos com um novo caminho na moda. E, esta noite, o que mais me agrada é que o Andam é realmente único. É o único grande prémio para jovens talentos apoiado por todos os principais grupos do luxo", acrescentou Nathalie Dufour, vestida para o evento com um vestido preto paisley Paco Rabanne.
 
Outro orgulho da Andam é a sua longa experiência em matéria de seleção de criadores influentes. Os vencedores anteriores incluem Viktor & Rolf, Jeremy Scott, Anthony Vaccarello, Alexander Mattiussi e Iris Van Herpen.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirLuxo - Pronto-a-vestirLuxo - AcessóriosCriaçãoEventos
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER