×
Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
4 de nov. de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Christie's vai leiloar casaco Yves Saint Laurent com bordado inspirado em pintura de Van Gogh

Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
4 de nov. de 2019

Uma das roupas mais caras do mundo, um casaco bordado da Yves Saint Laurent inspirada nos "Girassóis" de Vincent van Gogh, será leiloada em Paris, informou a casa de leilões Christie's.


Naomi Campbell com o casaco no desfile de alta costura da Yves Saint Laurent, da primavera de 1988, em Paris - Fotografia: Musée Yves Saint Laurent Paris / Guy Marineau


O casaco amarelo e laranjo foi costurado à mão durante mais de 600 horas pelas bordadeiras de alta costura da Maison Lesage, segundo o site do museu Yves Saint Laurent (YSL). A peça fez parte da coleção primavera-verão 1988 da Saint Laurent e foi usada na passarela pela supermodelo Naomi Campbell. Foram feitos apenas quatro casacos, todos com lantejoulas e forrados com seda. 

A peça usada por Naomi Campbell está em exibição no museu YSL. A versão que será leiloada a 27 de novembro foi feita para uma cliente VIP e estima-se que valha entre 80 mil e 120 mil euros, segundo a Christie's.

A coleção de 1988 de Yves Saint Laurent também contou com um casaco igualmente detalhado em homenagem a outro quadro de Van Gogh com tema de flores, “Lírios". A peça azul e roxa foi leiloada por 175.500 euros - quatro vezes o preço de referência - em janeiro, e pertencia à empresária libanesa Mouna Ayoub, uma das mulheres mais ricas do mundo.

"Obviamente, nunca foi minha intenção comparar-me aos mestres, mas simplesmente abordá-los e aprender algo com a sua genialidade", escreveu o ícone do design no catálogo de uma exposição parisiense de 2004 intitulada: "Yves Saint Laurent: Diálogo com a Arte”. "Sempre fui fascinado por pintura, então era natural que isso inspirasse as minhas criações.”

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.