×
376
Fashion Jobs
TIFFOSI
Comprador de Moda (m/f)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo · Alicante
RALPH LAUREN
Sales Associate Part Time/ Vendedor de Loja (Part Time)
Efetivo · Modivas
RALPH LAUREN
Sales Associate Part Time / Vendedor de Loja (Part Time)
Efetivo · Modivas
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Évora Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Évora
TIFFOSI
Store Manager/ Gerente de Loja
Efetivo · Beja
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Centro Comercial Lisboa (f/m)
Efetivo · Lisbon
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Centro Comercial Lisboa (f/m)
Efetivo · Lisbon
LEVI'S
Part-Time 20h Levi Strauss Eci
Efetivo · Vila Nova de Gaia
SALSA
Digital Marketing Assistant – Suporte Aos Canais Paid Marketing, Newsletters e Redes Sociais
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Fórum Coimbra - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Coimbra
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Nosso Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Vila Real
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Porto Centro - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Porto
SALSA
Trade Marketing Assistant – Suporte Aos Canais Wholesale & Department Store
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Fórum Algarve - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Faro
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Vila do Conde Fashion Outlet - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Vila do Conde
SALSA
Conseiller(e) de Vente 30h Aeroville
Efetivo · Paris
SALSA
Conseiller(e) de Vente 35h Aeroville
Efetivo · Paris
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Alma Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Coimbra
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
30 de abr de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Columbia eleva previsões para 2019 após primeiro trimestre forte

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
30 de abr de 2019

A Columbia Sportswear anunciou que começou o ano com um novo recorde de vendas. No primeiro trimestre de 2019, as suas vendas líquidas aumentaram 8% (10% em moeda constante), para 654,6 milhões de dólares, em comparação com 607,3 milhões no ano anterior. 


Columbia eleva estimativas para 2019 após um forte primeiro trimestre - Facebook: Columbia sportswear

 
Por marca, as vendas líquidas da Columbia aumentaram 9% (10% em moeda constante), para 552,2 milhões de dólares e as da Sorel aumentaram 28% para 39,5 milhões de dólares. Por outro lado, as vendas líquidas da PrAna diminuíram 3%, para 41,2 milhões de dólares, e as da Mountain Hardwear subiram 11% (queda de 10% em moeda constante) para 21,7 milhões de dólares.
 
As vendas líquidas nos Estados Unidos, principal mercado da Columbia, aumentaram 14%. Na América Latina e Ásia-Pacífico (“LAAP”), as vendas da empresa mantiveram-se estáveis, com crescimento de apenas 1%. Da mesma forma, as vendas líquidas na região da Europa, Médio Oriente e África (EMEA) caíram 1%, mas aumentaram 5% em moeda constante. No Canadá diminuíram 7% (1% em moeda constante).
  
"É encorajador ver que a dinâmica que criámos em 2018 está a manter-se este ano, com novo recorde de vendas líquidas, margem bruta, lucro operacional, lucro líquido e lucro por ação diluída no primeiro trimestre", disse o presidente e CEO da empresa, Tim Boyle. "Durante o trimestre, experimentamos um bom encerramento da temporada de vendas do outono de 2018, além da excelente pré-venda da nossa oferta para a primavera de 2019.”
  
O lucro líquido da empresa aumentou 64% para 74,2 milhões de dólares, ou 1,07 dólares por ação diluída, ante 45,1 milhões, ou 0,64 dólares por ação diluída, no mesmo período do ano anterior. O lucro operacional aumentou 48% para 88 milhões de dólares, ou 13,4% das vendas líquidas.
  
Com estes resultados, a empresa decidiu elevar as suas previsões para o ano todo, e estima agora vendas líquidas entre 2.98 e 3.04 mil milhões de dólares, ante 2.97 e 3.03 mil milhões de dólares, o que representa crescimento nas vendas líquidas entre 6,5 e 8,5%. Espera-se agora que o lucro operacional atinja entre 378 e 391 milhões de dólares no ano, e que o lucro por ação diluída varie entre 4,40 e 4,55 dólares.

Este ano, a empresa está a concentrar-se no aprimoramento da experiência do consumidor e da sua capacidade digital, bem como das suas operações globais direct-to-consumer, entre outras. "Estamos a fazer estes investimentos para possibilitar um crescimento lucrativo sustentável a longo prazo, e nos tornarmos uma empresa mais eficiente, bem como para aumentar a participação de mercado em todo o nosso portfólio de marcas e regiões geográficas", concluiu Boyle.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.