×
360
Fashion Jobs
GIANNI KAVANAGH
PR / Influencers Management
Efetivo · BRAGA
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Country Manager Iberica Textile
Efetivo · PORTO
SALSA
Ecommerce Product Manager – Desenvolvimento do Negócio Digital da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
FARFETCH
Account Manager (Italian Speaker)
Efetivo · PORTO
LION OF PORCHES
Copywriter
Efetivo · MINDELO
SPORT ZONE
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
FOREO
Business Development Specialist
Efetivo · Lisbon
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services - Compensation (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Madeira Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Funchal
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Funchal Rua - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Funchal
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Alma Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Coimbra
Publicado em
2 de mar. de 2018
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Comércio de rua soma 300 lojas em 2017

Publicado em
2 de mar. de 2018

Num ano em foram registados 750 novos contratos de retalho em Portugal, cerca de 300 das novas lojas abriram em comércio de rua, revela o estudo “Marktbeat Portugal 2018”, da consultora imobiliária Cushman&Wakefield (C&W). Os números confirmam “o dinamismo do comércio de rua, que surgiu há poucos anos como um setor renascido”, pode ler-se no documento.
 

Shutterstock


No entanto, apesar desde dinamismo, foram os centros comerciais que atraíram o maior número de aberturas em 2017, sobretudo devido à inauguração de dois novos projetos, o Mar Shopping Algarve e o Évora Plaza.
 
Entre os 750 novos contratos de retalho registados, o setor da restauração foi, tal como tem acontecido nos últimos anos, o mais ativo, com 36% das novas aberturas (270 pontos de venda). Já o setor da moda foi o segundo mais representativo, com 24% das aberturas, ou seja, 180 novas lojas, pode ler-se nas conclusões do estudo da C&W.

No que diz respeito ao investimento, o imobiliário de retalho “atingiu um novo máximo histórico” em 2017, com cerca de 2,1 mil milhões de euros de investimento, distribuídos por mais de 60 operações, diz a C&W. Embora tenha continuado a ser o principal impulsionador da atividade, o capital estrangeiro representou 67% do total, uma diminuição face aos anos anteriores. Em 2018, a consultora imobiliária prevê que o setor do retalho capte a maior parcela do investimento imobiliário, cujo volume de transações deverá ficar entre os 3 mil milhões e os 3,5 mil milhões de euros.
 
Numa era em que o comércio digital ganha cada vez mais força, a C&W acredita que o consumidor não vai deixar de se deslocar às lojas físicas, sendo que a personalização do produto ou da experiência “continuará a ser uma tendência chave do retalho em 2018”. “Os retalhistas irão realinhar as suas estratégias de negócio com as necessidades e desejos dos clientes, que hoje são impulsionados por um profundo desejo de experiências, mais do que por uma vontade de comprar”, pode ler-se nas conclusões do estudo.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.