×
262
Fashion Jobs
ADIDAS
Financial Controller & Reporting Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Service Desk Specialist
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
HR Controlling & Data Analytics Senior Specialist (m/ f
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Manager - Project Management & Strategy
Efetivo - CLT · Porto
 GRUPO CONSTANT SERVIÇOS EMPRESARIAIS, LDA.
Area Manager - Retalho/Moda (m/f) - Lisboa
Efetivo - CLT · Lisboa
ADIDAS
Sales Associate Centro Comercial Norteshopping
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Sap Specialist fi/co e HR
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Gbs Senior Buying Specialist (m/ f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
General Ledger Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
H&M
Senior Lawyer - Expansion Department
Efetivo - CLT · Barcelone
BOTTEGA VENETA
Sales Assistant
Trabalho temporário · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 30h - CDD 6 Meses - Eci Lisboa H/F
Trainee · LISBONNE
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Arrábida Shopping - Vila Nova de Gaia (m, f)
Efetivo - CLT · Porto
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Rua Pascoal de Melo (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Costureira de Alta Costura- Oeiras Parque (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Dolce Vita Tejo (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
LA ESTAMPA
Coordenador de Estilo (m/f)
Efetivo - CLT · BRAGA
FARFETCH
Senior Men Stylist
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
FARFETCH
Senior Stylist
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
FARFETCH
Stylist Browns
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
VALÉRIUS
Estágio - Modelista
Estágio · BARCELOS
MR.MOOD
Estágio - Web Designer
Estágio · PORTO

Compras não taxadas caíram fortemente em março de 2016

Publicado em
today 16 de mai de 2016
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

As despesas mundiais de produtos não taxados atingiram em março de 2016 seu nível mais baixo em 4 anos, com uma queda anual de 18%, segundo a especialista das compras não taxadas Global Blue.

Global Blue


Os resultados são evidentemente dececionantes, se os compararmos ao avanço de 2% observado em fevereiro e, mais ainda, se levarmos em conta o fato de que o avanço anual havia sido de 47% em março de 2015. A Global Blue explica que o desempenho realizado no ano passado se ligava a taxas de câmbio favoráveis para os consumidores chineses, bem como a um ano novo chinês mais tardio.
 
Combinando os dados de fevereiro e março para se levar em conta o ano novo chinês, as despesas dos consumidores chineses exibem recuo de 9% em 2016, face a um crescimento de 87% em 2015. Fatores geopolíticos, como a instauração de uma nova política para os vistos Schengen biométricos, mas também a desaceleração económica chinesa e as ameaças terroristas na Europa desempenharam um papel notável.

Na Europa, as despesas não taxadas caíram 22%. Na Ásia, a queda foi limitada a 1%, uma vez que a região começou a absorver uma demanda até então dirigida à Europa. Os consumidores chineses preferem, na verdade, efetuar cada vez mais suas compras mais perto de casa.
 
A Global Blue prevê que o ano que vem será "delicado" para o setor do luxo. Um especialista do setor assim declarou: "Os turistas hesitam ainda em viajar para a Europa depois dos ataques terroristas em Paris e Bruxelas, e a introdução dos vistos biométricos tem um impacto prolongado sobre o número de visitantes da região".

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.