×
415
Fashion Jobs
SALSA
SEO Specialist
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
LION OF PORCHES
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo - CLT · PORTO
ADIDAS
Manager Financial Accounting - General Ledger Nam (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ORIGINAL WORLD
Marketing Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
KICKS
Business Analyst (m/f)
Efetivo - CLT · PORTO
ADIDAS
Senior Manager HR - Global Business Services Porto (M/F/D)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
HR Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Regional Training Manager jd Portugal
Efetivo - CLT · Agualva-Cacém
ADIDAS
Financial Controller & Reporting Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
HR Controlling & Data Analytics Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
HR Specialist - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Manager - Project Management & Strategy (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Senior Kids Footwear Buyer
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner Retail
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Vendedores Nova Loja jd Mar Shopping (m/f)
Trainee · Matosinhos
SALSA
Social Media Specialist
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Fórum Madeira (m/f)
Efetivo - CLT · Funchal
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Parque Atlântico (m/f)
Efetivo - CLT · Ponta Delgada
SALSA
Vendedores de Loja Full Time - Barcelos (m/f)
Efetivo - CLT · Barcelos
JD SPORT
Microinformática Team Leader
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Software Development Manager
Efetivo - CLT · Alicante
LINDT & SPRÜNGLI IBERIA
Sales Assistant
Trabalho temporário · PORTO
Publicidade

Compras online conquistam portugueses pela comodidade

Publicado em
today 17 de jan de 2020
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Um estudo de mercado levado a cabo pela Levelsource conclui que quase metade dos consumidores nacionais já fazem compras online (40%), sendo sobretudo cativados pela possibilidade de consultar várias lojas antes de comprar (75%), por poderem fazer compras em qualquer lugar (53%) e pelo facto de não serem necessárias deslocações (40%).


Pixabay


Em comunicado, António Mendes, diretor-geral da Levelsource, sublinha que, “com o continuo crescimento do comércio online no nosso país, importa perceber o comportamento e as tendências dos consumidores portugueses face ao aumento da oferta, a simplificação dos processos e plataformas para que Portugal possa recuperar face a média europeia em termos de taxa de penetração neste tipo de comércio”.
 
Nesse sentido, e depois de entrevistar 2182 indivíduos de ambos os sexos residentes em Portugal Continental,a Levelsource concluiu que entre os consumidores rendidos ao comércio eletrónico, 45% são mulheres e 55% são homens, havendo mais compradores online em Lisboa e grande Lisboa (47%) do que no Porto e grande Porto (37%). Também a escolaridade parece ser um fator distintivo, com os indivíduos com mais habilitações literárias e com maiores rendimentos mensais a demonstrarem uma maior apetência (86%) pelas compras pela internet. 

A confiança neste método de compras parece também estar em alta entre os portugueses: entre os entrevistados pela Levelsource , 98% confiam no serviço de entregas, 94% confiam nas lojas online e preferem lojas que exigem registo e 90% confiam na qualidade dos produtos/artigos. Ainda assim, metade dos consumidores receiam ser alvo de fraudes (52%). Dificuldades nas devoluções (38%), tempos de espera pelo artigo (20%) e danos causados nos produtos/artigos comprados durante o transporte (17%) estão também entre os receios dos inquiridos aquando da compra online.
 
Apesar disso, avança a empresa de estudos de mercado, 93% dos inquiridos a consideraram a sua última experiência no comércio digital como “muito positiva”.
 
A moda aparece como o segmento mais procurado pelos portugueses no comércio online (36%), seguida pelo lazer (30%) e viagens e estadias (27%). Os portugueses recorrem também ao e-commerce para adquirirem calçado e acessórios (21%) e cosmética (18%).
 
Cada vez mais adeptos das compras online, os portugueses dão sobretudo primazia aos sites das marcas (80%), seguindo-se os marketplaces (58%) e os classificados (30%). Apenas 10% recorrem às redes sociais. 

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.