×
371
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Compras online disparam desde 2012

Publicado em
today 7 de jan de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

O comércio online veio para ficar e conquista cada vez mais consumidores. Números da SIBS revelam que nos últimos seis anos as compras online quase triplicaram em Portugal.
 


Comparando as compras, processadas pela SIBS, efetuadas em lojas online com cartões emitidos em Portugal em novembro de 2012 e novembro 2018, a entidade revela um aumento de 187%. Já entre os meses de dezembro desses dois anos, a evolução foi de 168%.  
 
A SIBS, que gere a rede Multibanco, indica ainda que as compras online representaram 7,1% dos total de compras dos portugueses.

No decorrer do ano de 2018, os números da SIBS revelam que foi durante o mês de novembro que se registou o maior número de compras médias diárias online, sendo que a Black Friday (23 de novembro) foi o dia com o maior número de compras online do ano.
 
Numa análise por setor, a SIBS constata que não houve alterações significativas nas compras online dos portugueses entre 2017 e 2018. O setor da moda, que fecha o Top 5 dos setores, registou um aumento de 32% no seu valor absoluto. Por valor de compras, se em novembro/dezembro de 2017 a moda representou 8,6% das compras online dos portugueses, em 2018 essa percentagem subiu para 9,1%. O setor das viagens e transportes liderou as compras online na época natalícia dos dois anos (21% em 2017 e 20,7% em 2018), seguindo-se Cultura, Entretenimento e Eletrónica (12,75 e 13,6%), Lazer (12,8% e 12,3%) e Outros Serviços (9,5% e 9,3%), com a Moda, que inclui lojas de roupa, calçado e acessórios, a encerrar o Top 5.
 
Já no que diz respeito aos levantamentos e compras em lojas presenciais na época natalícia, a SIBS assinala também um aumento nos últimos anos. Entre 2012 e 2018 registou-se uma evolução de 39% nestes movimentos em novembro e de 33% em dezembro. Um crescimento que se deve, sobretudo, ao aumento das compras, que registaram uma evolução de 64% em novembro e de 50% em dezembro entre 2012 e 2018. 

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.