Cortefiel nomeia Raúl Ramírez para diretor-geral da Fifty Factory

O Grupo Cortefiel recuperou Raúl Ramírez, depois da sua passagem por Adolfo Domínguez, e o nomeou diretor-geral da Fifty Factory, cadeia de outlet multimarca para desenvolver este canal, e membro do comité de direção da companhia, segundo informou a empresa têxtil em um comunicado.

O grupo pretende impulsionar a cadeia Fifty Factory e o canal on-line. - Fifty Factory

Além disso, Ramírez conta com uma ampla trajetória profissional no setor do retalho a nível nacional e internacional, tendo ocupado diversos cargos de direção na área de operações e vendas em companhias como Multiópticas e durante mais de oito anos na Springfield.
 
Dessa maneira, a empresa têxtil explicou que o regresso de Raúl Ramírez ao grupo, depois de ter sido diretor-geral de operações da Adolfo Domínguez, tem por objetivo "potencializar a liderança" da cadeia Fifty Factory como canal de outlet e desenvolver seu crescimento coo marca independente.
 
Fifty Factory, que abriu seu primeiro estabelecimento em 1997, experimentou um crescimento estratégico nos últimos cinco anos, atribuído à sua incorporação na venda em linha e à sua expansão internacional. Na atualidade, a cadeia conta com uma rede de 56 pontos de venda distribuídos em Espanha, Bósnia e Portugal.
 
Com esta nomeação, o Grupo Cortefiel continua a reforçar a direção da companhia depois da recente designação de Marie Castellvi-Dépée coo diretora-geral das marcas Cortefiel e Pedro del Hierro.
 
A chegada de Raúl Ramírez e Marie Castellvi-Dépée coincide com a reestruturação de algumas das suas lojas mais emblemáticas em Madrid, processo por meio do qual a partir de março serão fechadas aquelas situadas em Alberto Aguilera e Raimundo Fernández Villaverde, ao mesmo tempo que reorganizará sua oferta comercial no Paseo de la Castellana, unificando a oferta homem e mulher em um só local.
 
O grupo decidiu colocar fim à atividade dos ditos estabelecimentos madrilenos ao considerar que não são rentáveis, aos quais se soma também a loja da sua marca Springfield situada em Preciados, um Cortefiel pequeno em Bilbao e outro em Valência, que muda de local.
 
A empresa já entrou em acordo com os sindicatos sobre a deslocalização dos trabalhadores afetados e, caso seja possível, a garantia da sua saída com a maior indenização legal à que tem direito.

Traduzido por Anderson Alexandre Da Silva

Copyright © 2018 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.

Moda - Pronto-a-vestirNomeações
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER