×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
7 de jan de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Courrèges apela à coragem numa campanha mural minimalista

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
7 de jan de 2021

Numa última partida do seu recentemente nomeado diretor criativo, Nicolas de Felice, a maison Courrèges apela à coragem. Trata-se da nova campanha mural minimalista da marca icónica fundada em 1961 pelo engenheiro civil e designer de moda André Courrèges que se expressa em paredes laterais de edifícios de Paris, pintadas a branco, com a palavra Courage (Coragem) a preto.


A Courrèges pintou de branco uma série de paredesem Paris,com a palavra Courage (Coragem) escrita a preto - Courrèges


A Courrèges pintou assim de branco uma série de paredes de empena, em várias zonas parisienses, com apenas a palavra Courage escrita a preto. Desde o elegante bairro Marais até ao Canal St. Martin. A maison publicou também um mesmo anúncio na última página dos três principais diários de Paris: Le Monde, Le Figaro e Libération.
 
"Pintamos 'courage' no espaço branco e imprimimos 'courage' em páginas em branco para os novos começos, esperanças e sonhos", justificou num comunicado a maison sedeada em Paris.

"Desde a sua criação há 60 anos, a Courrèges tem sido sempre um símbolo de otimismo. Em 2021, defendemos a esperança e a convivência. Desejamos-vos amor e coragem para este novo ano", acrescentou a marca.
 
Desde a sua fundação por André e Coqueline Courrèges, a maison foi precursora de todo o movimento da moda futurista que revolucionou o estilo nos anos 60. Continuando a vestir os ícones da época como Brigitte Bardot, Twiggy ou Françoise Hardy  nos icónicos minis vestidos e minissaias de PVC da marca.


Desfile de moda feminina da Courreges, em Paris, para a primavera-verão 2020 - © PixelFormula


A Courrèges foi um dos dois principais líderes do futurismo da moda, juntamente com Pierre Cardin, o grande estilista que faleceu a semana passada aos 98 anos.
 
Hoje, a Courrèges é controlada pela Artemis, um veículo de investimento da família Pinault, que controla o Kering, o segundo maior conglomerado de bens de luxo do mundo.
 
Em dezembro, Nicolas de Felice revelou um vídeo de espreitadela às suas primeiras ideias para a Courrèges, jogando com o ADN da maison em miniaturas da era espacial e blazers de hospedeiras de bordo.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.