×
711
Fashion Jobs
SALSA
Quality Manager - Oportunidade de Trabalhar o Produto Para Atingir Uma Qualidade de Excelência
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
JD SPORT
Demand Planner_Sport Zone(m/f)
Efetivo · Maia
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Braga
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Direct-tO-Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer - Spanish Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Apo (Snp/Ibp) Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Non-Trade Procurement Business Analysis (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Footwear Buyer
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Apparel Buyer
Efetivo · Alicante
SACOOR BROTHERS
Fiel de Armazém (Storekeeper) - c. Comercial Colombo (m, f)
Efetivo · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant - c. Comercial Norteshopping (m, f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - People Services - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Reporting & Analytics (M/F/D) - Direct to Consumer Ecommerce
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo 1
Efetivo · Porto
Por
Agência LUSA
Publicado em
27 de set. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Covid-19: APED pede clarificação sobre uso de máscara nas grandes superfícies

Por
Agência LUSA
Publicado em
27 de set. de 2021

A Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) defendeu na sexta-feira que é preciso clarificar na lei quais os espaços comerciais que vão continuar abrangidos pelo uso obrigatório de máscara a partir de 1 de outubro.


Mar Shopping Algarve - Foto: Divulgação


Em declarações à Lusa, o diretor-geral da APED, Gonçalo Lobo Xavier, considerou positivo o alívio das restrições anunciado na quinta-feira pelo primeiro-ministro, António Costa, após o Conselho de Ministros, mas sublinhou a necessidade de clarificar a norma sobre a obrigatoriedade do uso de máscara nas grandes superfícies.

Para Gonçalo Lobo Xavier, é preciso “perceber o alcance desta medida” porque, apesar de, do ponto de vista legal, tudo indicar que “é para espaços superiores a dois mil metros quadrados” as declarações do primeiro-ministro “não foram completamente claras quanto aos outros espaços do retalho alimentar e do retalho especializado”.

O líder associativo espera que o diploma que será entretanto publicado, na sequência da aprovação em Conselho de Ministros, seja esclarecedor.

“É preciso que haja uma clarificação no diploma que permita que haja um cabal cumprimento das indicações”, sublinhou Gonçalo Lobo Xavier.

O dirigente da APED disse que é preciso “alguma serenidade” e esperar pelo diploma, acrescentando que “desta vez há tempo” para “digerir a informação”, ao contrário do que se passou nos últimos meses.

“Desta vez não temos a angústia das quintas-feiras em que os Conselhos de Ministros, como há meses, definiam um conjunto de regras que era logo para aplicar no fim de semana”, sublinhou.

Apesar de no setor o uso obrigatório da máscara se cingir, a partir de outubro, às grandes superfícies, Lobo Xavier considera que os portugueses “tiveram um comportamento exemplar do cumprimento das regras ao longo de 18 meses e habituaram-se a entrar nos espaços e a colocar uma máscara”, pelo que acredita que “esse vai ser um hábito que ainda vai perdurar, independentemente da dimensão dos espaços”.

Quanto às restantes medidas, o diretor-geral da APED saudou o fim dos limites da lotação e dos horários nos espaços comerciais bem como o fim das restrições quanto à venda e consumo de álcool e considerou que também a eliminação da recomendação do teletrabalho “vai ter um impacto positivo na animação do comércio”.

De acordo com as medidas da terceira fase do desconfinamento associadas à pandemia de covid-19, a partir de 1 de outubro o uso de máscara obrigatório cinge-se aos transportes públicos, grandes superfícies, lares e hospitais e salas de espetáculos e grandes eventos.

DF (IMA) // MSF (LUSA)

Copyright © 2021 Agência LUSA. Todos os direitos reservados.