×
479
Fashion Jobs
JD SPORT
IT Business Partner Supply Chain
Efetivo · Alicante
SALSA
Marketplaces Manager – Opportunity to Contribute to The Internationalization of The Brand
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
JD SPORT
Footwear Buyer
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Apparel Buyer
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Ecommerce/Marketplace Manager
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo · Alicante
TIFFOSI
Comprador Denim (m/f)
Efetivo · Porto
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Alegro Alfragide (m, f)
Efetivo · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Centro Comercial Vasco da Gama (m, f)
Efetivo · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Braga Parque (m, f)
Efetivo · Braga
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Ubbo
Temporario · Amadora
JD SPORT
Abertura Sport Zone Aveiro Glicínias - Vendedor (m/f)
Temporario · Aveiro
CONFIDENCIAL
Vendedor/a - Eci Lisboa-Full Time
Temporario · LISBOA
MAJE PORTUGAL
Assistant Store Manager - Lisboa Amoreiras m/f
Efetivo · LISBOA
MAJE
Vendedor(a), 40Hrs - Lisboa Amoreiras
Temporario · LISBONNE
THE FEETING ROOM
Junior Operations And Merchandising
Efetivo · PORTO
SYSTEM ACTION
Vendedora
Efetivo · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Fórum Algarve - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Faro
DAMA DE COPAS
Consultora de Lingerie
Efetivo · BRAGA
H&M
Sales Advisor Part-Time Para cc Glicinias Plaza
Efetivo · Aveiro
ADIDAS
Floor Manager Adidas Store Estádio da Luz
Efetivo · Lisboa
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Évora Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Évora
Publicado em
13 de mar. de 2020
Tempo de leitura
5 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

COVID-19: Portugal pára à passagem da pandemia

Publicado em
13 de mar. de 2020

Muito embora alguns especialistas portugueses já tivessem alertado para a realidade de uma pandemia, logo com o registo dos primeiros casos em Portugal, o estado da situação só fez tremer a nação quando, na quinta-feira (12 de março), a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a doença COVID-19 uma pandemia, devido aos “níveis alarmantes de propagação e de inação”, com aumento no número de casos, mortes e países atingidos. 
 
O governo português decretou de imediato medidas rigorosas, fechando estabelecimentos de ensino, proibindo visitas a hospitais e a lares, cancelando todos os eventos públicos com mil participantes ou mais (até 3 de abril, nuns casos, e até 9 de abril, noutros).

O sector da moda vai caminhando a passos contidos, mas vai... Já o sector do turismo assiste a um abrandamento, sendo a restauração e a hotelaria dos mais afectados. Em Lisboa, não há vivalma.
 
A própria UEFA anunciou, sexta-feira (13), o adiamento da próxima Jornada da Liga dos Campeões, Liga Europa e Youth League. Cristiano Ronaldo está de quarentena com a família, no Funchal (Ilha da Madeira), de onde é natural. Foram, aliás, os serviços sanitários da Madeira que pediram ao campeão que se isolasse, pelo menos até passar o tempo de quarentena a que foram obrigados todos os jogadores do Juventus de Turim por causa do colega, Daniele Rugani, estar contaminado com COVID-19.


Cristiano Ronaldo: "Funny moments with my babies" - Instagram


O governo regional da Madeira tem sido exemplar na prevenção da pandemia, por isso já registando o Turismo da Madeira uma quebra de 20%. A partir de quinta-feira (12), proibiu a atracagem de navios de recreio no porto do Funchal. Mas já antes, e logo com o registo dos primeiros casos de COVID-19 em território português, a Madeira obrigou ao controlo de temperatura dos pilotos, tripulantes e passageiros que desembarcavam no aeroporto do Funchal – como não aconteceu nos aeroportos de Portugal continental. Ou seja, o caso só mudou de figura quando o comandante da White Airways que realizou, terça-feira (10), um voo pela TAP, de Madrid para o Porto, foi diagnosticado, no mesmo dia, com teste de coronavírus positivo pelo Hospital de São João. Aí, foram cancelados mil voos agendados para março e abril.


Fecho de escolas, praias de Lisboa cheias - Comentadores, Facebook


Estado de alerta

As restrições de controlo ao surto de COVID-19, anunciadas na passada quinta-feira, pelo primeiro-ministro português, António Costa, estão agora a parar o país a exemplo do que acontece em Itália. António Costa prestou declarações sobre a situação de Portugal e as medidas adoptadas pelo Governo, indignado com os jovens dispensados das aulas que inundaram a praia de Carcavelos, na Linha de Cascais, e com a Corona Party num bar de Santa Maria da Feira, onde os jovens retrataram o clima hospitalar, publicando fotos e vídeos nas redes sociais, o que se tornou viral.
 
É normal os jovens brincarem com coisas sérias. Mas, note-se que um dos casos mais graves de COVID-19 registado em Portugal, é o de uma jovem de 17 anos, precisamente de Santa Maria da Feira, localidade conhecida além-fronteiras por aí decorrer todos os anos, no verão, a Viagem Medieval, a maior feira medieval de Portugal e da Península Ibérica e uma das maiores da Europa.
 
Posto isto, o Governo colocou restrições de funcionamento de bares e discotecas (estas últimas, encerradas no Funchal), de supermercados e de centros comerciais.


Corona Party num bar de Santa Maria da Feira - Comentadores, Facebook


A nova realidade
 
O FashionNetwork.com já havia anunciado os desfiles à porta fechada do Portugal Fashion, entre quinta-feira e domingo, na Alfândega do Porto. Para compensar a frequência restringida a profissionais da moda e jornalistas, os desfiles podem ser acompanhados em directo na Internet. O nosso site de informação aos profissionais da moda, do luxo e da beleza, também já alertou para os eventos adiados até 3 de abril, como as Inaugurações Simultâneas da Bombarda que seguem agora o critério das galerias e espaços de moda e decoração, entre outras artes. Claro está, funcionando alguns à porta fechada e por reserva, e outros como normalmente.


Desfile de Maria Gambina na Alfândega do Porto - Portugal Fashion, Facebook


A histórica livraria Lello encerra domingo 14 de março, assim como a Torre dos Clérigos, Palácio da Bolsa e Misericórdia se mantêm fechados até 3 de abril para se evitarem ajuntamentos. As caves de vinho do Porto também já se encontram fechadas.

Em Lisboa o panorama é mais radical e seguem-se à risca as medidas de prevenção do Estado: Está tudo fechado.
 
A maioria dos estabelecimentos de ensino encerram a partir de segunda-feira e até 9 de abril, sendo que alguns particulares já fecharam as portas sexta-feira 13, mantendo outros a atividade.
 
Os supermercados foram invadidos, ficando sem mercadoria, e constatando-se em Lisboa o panorama mais alarmante. Os transportes públicos começaram a ser desinfectados. Mas não há máscaras nas farmácias (nem nas ruas) que servem apenas para os infectados e nem por isso são eficazes como se sabe. Passamos à corrida dos ventiladores...
 
Uma das vantagens da pandemia parece ser a contratação de médicos aposentados e de mais funcionários nos hospitais que estavam, antes, a funcionar com meios precários e escasso pessoal com salários não atualizados. Entre as vantagens, também se encontram as medidas de apoio às empresas por parte do Governo e o adiamento de prazos de pagamentos às Finanças.
 
A pandemia de COVID-19 é a segunda do século e já causou mais de 4,5 mil mortos no mundo, após ser detectada na China em dezembro. O número de pessoas infectadas ultrapassou as 124 mil, com casos registados em 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem à data de sexta-feira 112 casos confirmados (mais 34 casos do que os 78 do dia anterior). Existem ainda 1.308 suspeitos, sendo que 172 aguardam resultado laboratorial.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.