×
374
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Creora acelera produção

Por
Portugal Textil
Publicado em
today 24 de mai de 2017
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

A mais recente unidade produtiva está a ser construída na China, em Quzhou, e deverá começar a funcionar ainda neste primeiro semestre de 2017. Esta nova unidade vem juntar-se a outras fábricas na Turquia, no Vietname, na Coreia do Sul e no Brasil.

«Para sermos uma empresa mundial, temos de manifestar uma perspetiva mundial e, mais importante, aprender as necessidades dos clientes», afirmou Cho Hyun-joon, presidente do conselho de administração do Hyosung Group, durante a visita às fábricas em Gumi, Ulsan e Changwon em janeiro.

Cho Hyun-joon assumiu oficialmente a liderança da empresa no início deste ano, sucedendo ao pai Cho Seok-Rae, com um discurso onde prometeu «ouvir» os clientes. «As vozes dos clientes são o início e o fim das atividades de gestão. Também temos de construir uma relação win-win com os parceiros», acrescentou.

Gama alargada

Para responder às necessidades do mercado, a Hyosung tem vindo a aumentar o leque de propriedades da gama creora, com a fibra de elastano a ganhar especificidades como a elevada resistência ao cloro e neutralização dos odores.

O lançamento da nova creora Fresh, no verão do ano passado, pretendeu, segundo a Hyosung, responder «à continuação do crescimento da roupa interior de desporto». A tecnologia pretende «melhorar o sportswear e a versatilidade dos tecidos ao dar aos consumidores uma maior confiança. É a mais recente adição ao nosso portefólio de produtos especiais de elastano creora e uma demonstração do nosso empenho para com a excelência através da inovação».

Ria Stern, diretora de marketing de têxteis da Hyosung, explicou que «sentimos um aumento na procura por soutiens e roupa interior de desporto» e que «a creora Fresh proporciona conforto, fit e confiança aos consumidores».

A oferta da Hyosung no que diz respeito ao elastano passa ainda pela creora PowerFit, uma fibra resistente ao cloro e ao calor, com alta compressão e solidez superior na lavagem; pela creora eco-soft, com um toque mais suave e um melhor caimento em tecidos feitos com fibras sensíveis ao calor; e pela creora Color+, com maior capacidade de coloração e solidez de cor em combinações com poliamida.

Procura aumenta

O crescimento da procura global está a levar a Hyosung a aumentar a sua capacidade produtiva, que passou de 20 mil toneladas no ano 2000 para 200 mil toneladas em 2016. Até 2018, a multinacional de origem sul-coreana antecipa atingir uma produção de 260 mil toneladas.

Segundo a empresa – que além das fibras de elastano produz ainda fios de poliamida e poliéster –, o aumento da produção, nomeadamente na Turquia e na China, deverá aumentar a quota de mercado da creora para, «pelo menos», 31%.

No total, o negócio têxtil da Hyosung representa 17% do volume de negócios, que no ano passado atingiu 12 mil milhões de dólares (cerca de 10,7 mil milhões de euros). A empresa, que tem ainda negócios em áreas como a indústria química, a construção e sistemas elétricos e industriais, conta com mais de 65 localizações e 25 mil funcionários em todo o mundo.

Copyright © 2019 Portugal Têxtil. Todos os direitos reservados.