Davos: Global Fashion Agenda aborda aquecimento global

Durante o Fórum Económico Mundial em Davos, na Suíça, a Global Fashion Agenda, que trabalha com a responsabilidade sócio-ambiental da moda, apresentou a sua "Agenda CEO 2019", que define os objetivos para os líderes do setor. Uma abordagem apoiada por grupos e marcas, incluindo Asos, Bestseller, H&M, Kering, Li & Fung, Nike e PVH.


À esquerda, as prioridades imediatas da CEO Agenda 2019 e, à direita, os objetivos de longo prazo - Global Fashion Agenda

O documento está em linha com a CEO Agenda, apresentada em março de 2018 no Copenhagen Fashion Summit, que definiu quatro metas de longo prazo: design ecológico, circularidade, melhores salários para os trabalhadores têxteis e, mais amplamente, uma "quarta revolução industrial". A estes foram adicionados três objetivos a serem abordados o mais rápidamente possível: rastreabilidade, redução do consumo de água e segurança do trabalhador.

E é nesse ponto que a Agenda CEO 2019 traz uma novidade, pois inclui uma quarta emergência: a luta contra o aquecimento global. A Global Fashion Agenda indica que, se o setor continuar com o seu crescimento atual, as suas emissões de gases de efeito estufa irão aumentar 60% até 2030 (dados da Ellen MacArthur Foundation). O setor de vestuário/calçado representa atualmente 8% das emissões globais (dados Quantis), com 1,2 mil milhões de toneladas por ano, mais do que os setores marítimo e aéreo combinados.

"A indústria da moda é uma das maiores e mais poderosas do mundo. Precisamos, portanto, de mostrar liderança para garantir o futuro da nossa indústria e do nosso planeta", disse Eva Kruse, CEO da Global Fashion Agenda. "A mudança climática representa uma ameaça sem precedentes para as pessoas e o planeta. Temos apenas 11 anos para corrigir o impacto catastrófico que tivemos no nosso planeta, caso contrário, vamos perder a meta do Acordo de Paris de manter o aquecimento global abaixo de 1,5°C. Sabemos que a mudança não é fácil, mas em geral, o progresso é muito lento e não podemos perder nem mais um ano."


A segunda edição da CEO Agenda acrescenta a luta contra o aquecimento global à lista de prioridades da industria da moda - Global Fashion Agenda

Esta integração da CEO Agenda pede às partes envolvidas que implementem programas de redução de emissões ao longo de toda a cadeia de valor, encorajando os principais grupos a dar o exemplo e a fornecer metas específicas alinhadas com o Acordo de Paris. De maneira mais geral, a Global Fashion Agenda pede que os líderes do setor trabalhem com os seus pares, fornecedores, investidores e líderes políticos para transformar fundamentalmente a cadeia de abastecimento.
 
A Global Fashion Agenda é uma marca nascida a partir do Copenhagen Fashion Summit, o maior evento dedicado à moda ética e sustentável. A missão da organização é publicar estudos e relatórios sobre questões sustentáveis, com o objetivo de fazer lobby junto às autoridades dinamarquesas, europeias e internacionais.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

TêxtilModa - DiversosLuxo - DiversosIndústria
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER