×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
19 de out. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Decathlon renomeia-se Nolhtaced para aumentar a sensibilização para bens em segunda mão

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
19 de out. de 2022

A Bélgica é um terreno fértil para a experimentação da Decathlon. A filial está a realizar numerosos testes com o objetivo de desenvolver o modelo da empresa, tais como o serviço de aluguer de equipamento desportivo (por assinatura), lançado em grande escala no país este ano. Em outubro, a empresa vai dar um passo mais longe na Bélgica com uma campanha de comunicação em que se renomeia 'Nolhtaced' (Decathlon ao contrário) a fim de aumentar a sensibilização para as 'compras ao contrário', ou seja, para a Decathlon comprar de volta produtos que já não são utilizados pelos seus clientes.


Uma loja belga rebatizada durante um mês - Decathlon Belgique


Durante um mês, o seu nome será alterado na sua loja eletrónica, nas redes sociais e na fachada de três das suas lojas (em Namur, Ghent e Evere). A cadeia do norte pretende divulgar a sua solução para a recolha de artigos, o que lhes dá uma segunda vida. Após serem reparados, serão revendidos em segunda mão na loja, sob garantia, ou dirigidos a um canal de reciclagem se não puderem ser reparados.

"O objetivo é reutilizar o máximo de equipamento possível para reduzir o impacto no nosso ambiente e evitar o desperdício. A oferta de segunda mão da Decathlon também permite aos consumidores menos afortunados comprar equipamento desportivo de qualidade a um preço mais baixo", diz a Decathlon Belgium num comunicado de imprensa.

A Decathlon recolhe equipamento desportivo de todas as marcas (exceto roupa interior, fatos de banho, meias e capacetes) e recompensa os clientes que os devolvem com vouchers válidos por dois anos. Este ano, a empresa diz já ter recolhido 26.000 produtos na Bélgica (por um valor total de 593.220 euros em vouchers).

"À primeira vista, esta mudança de nome poderia parecer uma simples ação de marketing, mas o nosso objetivo é acima de tudo tornar o nosso serviço de resgate conhecido por um número máximo de pessoas", apoia Arnaud de Coster, diretor da área de segunda vida, Nolhtaced Belgium.

Os artigos em segunda mão que a Decathlon vende melhor são bicicletas para crianças, bicicletas de montanha e equipamento de fitness, enquanto que as roupas e sapatos também encontram quem as leve. Trata-se menos de possuir e mais de usar", diz Joeri Moons, o diretor de desenvolvimento da cadeia na Bélgica. "Isto também significa que temos de conceber os nossos produtos de modo a que possam durar o máximo de tempo possível", acrescenta.

Em 2021, o volume de negócios global da empresa atingiu 13,8 mil milhões de euros, um aumento de 21% em relação a 2020, acompanhado de um aumento do lucro líquido (913 milhões de euros em comparação com os 550 milhões do ano passado).

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.