×
Por
Europa Press
Publicado em
21 de set de 2015
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Desfiles de Madri: O baile dos anos 80 de Ágatha Ruiz de la Prada

Por
Europa Press
Publicado em
21 de set de 2015

Madri (TRENDSmérica) – Começou assim, calmo e tranquilo ao som de Somewhere Over the Rainbow até que, de repente, a magia foi dando espaço para um arco-íris embalado por ritmos dos anos 80 no desfile da criadora espanhola Ágatha Ruiz de la Prada.

Desfile primavera-verão 2016 – Ágatha Ruiz de la Prada - Foto: Ugo Camera/Ifema


Foi com esse salto da tranquilidade ao rock'n'roll que a criadora espanhola Ágatha Ruiz de la Prada apresentou suas propostas para a temporada Primavera/Verão 2016 na passarelle do Mercedes-Benz Fashion Week Madrid.
 
Embaladas por Maniac de Michael Sembello ou o remix de Girls Just Want to have fun de Cyndi Lauper, as apostas da grife, conhecida por seus eternos corações e flores, deu espaço a uma coleção "muito fácil de portar" em que peças como calças e blusas ganharam traçados limpos e soltos dando lugar à comodidade.

Saias com babados e elástico na cintura, calças retas, bocas de sino ou curtas e vestidos em versões longas ou curtas com motivos de corações e flores inundaram a passarelle com essa magia infantil da grife que em cada temporada deixa claro que a monotonia não faz parte da sua identidade.
 
Com a música espanhola do grupo Hidrogenesis, "No hay nada más triste" (Não há nada mais triste), a estilista confirmou que tristeza não existe quando falamos da sua marca. Peças confortáveis e, em alguns momentos, desportistas, nas quais predominaram o amarelo, verde, azul, rosa, laranja em todas suas variações e tons pastéis.

Desfile primavera-verão 2016 – Ágatha Ruiz de la Prada - Foto: Ugo Camera/Ifema


Crop tops e blusas com ombro à mostra deixarão as mulheres de Ágatha Ruiz de la Prada com um ar jovial, todos combinados com as faixas no cabelo. Aquela faixa que toda mulher que viveu nessa época usou ou ficou tentada a usar.
 
Nos materiais, jacquards personalizados com corações, estrelas ou divertidos efeitos de ouropel, listas com tecidos transparentes e franjas largas pintadas e cortadas em dégradé.
 
Nesta coleção, o dia e a noite não estão definidos, ainda que algumas das apostas tenham tecidos acetinados, esses podem perfeitamente combinar um look para qualquer momento e ocasião.
 
A mulher dos anos 1980 de Ágatha Ruiz de la Prada fará das ruas um show festeiro e feliz.

Copyright © 2021 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.