×
378
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Designer Luís Onofre recebe Medalha de Mérito no aniversário de Oliveira de Azeméis

Por
Agência LUSA
Publicado em
today 15 de mai de 2014
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Oliveira de Azeméis – O designer português de calçados Luís Onofre é uma das personalidades a distinguir na sexta-feira (16) com a Medalha de Ouro da Câmara de Oliveira de Azeméis pelo seu "contributo inestimável" para a promoção do concelho, informou hoje a autarquia.

A cerimónia decorre no âmbito do 30.º aniversário da elevação de Oliveira de Azeméis a cidade, assinalado com feriado municipal, e o programa das celebrações prevê a entrega da Medalha de Ouro de Mérito Municipal ao estilista, ao escultor Paulo Neves e ao pintor Luís Darocha.

O designer de calçados português Luís Onofre. Foto: Facebook Luís Onofre


Hermínio Loureiro, que preside à autarquia, declarou à Lusa que em causa estão "três personalidades que têm dado um contributo inestimável para a promoção do concelho". "No caso de Paulo Neves e Luís Darocha, esse contributo tem sido na área da cultura", explicou o autarca.

"Quanto ao Luís Onofre, que é um ‘designer’ português incontornável, tem levado o nome do concelho a vários cantos do mundo, valorizando-o no que se refere à moda e à indústria", realçou. Contactado pela Lusa, Luís Onofre declarou: "A verdade é que não sei se cheguei a fazer o suficiente para receber uma distinção destas e fico sempre um bocadinho inibido".

O designer confessou-se, ainda assim, "muito honrado" com a escolha e garantiu que a ocasião é de particular alegria. "Quando uma pessoa morre e dão o seu nome a uma rua, ela não está cá para ver", observou. "Por isso é que sabe muito bem passar por uma situação destas em vida e sentir assim o carinho e o reconhecimento das pessoas", revelou.

Paulo Neves também se disse satisfeito por ver valorizada a sua carreira, sobretudo tendo em conta que vive num certo isolamento. "Considero-me quase um eremita", esclareceu. "Só vivo para a escultura, dediquei toda a minha vida a ser artista e fico contente por as pessoas reconhecerem esse esforço e o meu trabalho", acrescentou.

Radicado em França, o pintor Luís Darocha sente agora ainda mais reforçada a ligação à sua cidade-natal. "Adoro a terra onde nasci e, apesar de viver em Paris, é em Oliveira de Azeméis que continuo a nascer todos os dias", afirmou. "Dá-me grande satisfação este reconhecimento pelas pessoas da minha terra - essa cidade luminosa que tenho comigo", concluiu.

Luís Onofre começou a sua carreira na empresa de calçado da avó, trabalhando para marcas de renome mundial como a Cacharel, Daniel Hechter e Kenzo. Em 1999, criou a sua própria marca, que se afirmou internacionalmente até chegar aos pés de figuras como Michelle Obama, Letizia Ortiz, Naomi Watts e Paris Hilton. Atualmente, exporta mais de 90% da sua produção.

Paulo Neves tem exposto as suas esculturas um pouco por todo o mundo e está representado em diversas coleções e museus portugueses, entre os quais o ícone da Arte Nova que é a Casa Barbot, em Gaia.

Luiz Darocha destaca-se essencialmente como pintor, mas é também ilustrador, antropólogo, editor e escritor. Entre 1975 e 1996 foi professor polivalente nas Escolas de Belas Artes de Metz, Dijon, Limoges, Bourges e Metz. É autor de várias publicações em Portugal e em França, e está representado em museus e coleções particulares de 11 países.

Copyright © 2019 Agência LUSA. Todos os direitos reservados.

See also