×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
26 de mai de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Dior Men Spring 2022: de Bohan a grandes felinos

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
26 de mai de 2021

Talvez, pelo menos durante uma estação, as pessoas possam renomear a Dior como Christian Bohan. Foi o que aconteceu na última coleção para a Christian Dior, em que o diretor criativo da maison de moda masculina Kim Jones canalizou múltiplas ideias do antigo diretor criativo da marca, Marc Bohan, o designer com o reinado mais longo na maison de alta costura parisiense.

Dior Men The Spring 2022


Numa coleção elegante e lúdica, Jones rasgou na insígnia Bohan "CD" como um coração de amor; e utilizou os gráficos do designer parisiense em looks desportivos de verão americano.
 
"Para a coleção masculina de primavera 2022, analisámos muitas criações do arquivo dos anos 60 de Marc Bohan para a Dior, e revisitámos alguns clássicos da maison que já tínhamos escolhido como base para avançar para a próxima estação, uma espécie de refrescamento. Revimos todos os maiores êxitos e as coisas que mais gostamos de fazer e reanimar o Atelier Christian Dior. Examinámos diferentes técnicas que tínhamos concretizado, tais como os florais, e concentrámo-nos realmente nos desenhos de Marc Bohan dos anos 60", disse Jones ao site FashionNetwork.com.
 
Bohan sucedeu ao sucessor da Dior, Yves Saint Laurent, em 1960, quando este partiu para o serviço militar, continuando a guiar a maison durante quase três décadas, até 1989, quando foi substituído por Gianfranco Ferré. Monsieur Dior, que encenou o seu primeiro espectáculo para a maison a 12 de fevereiro de 1947, mal durou uma década antes de sucumbir nas termas de Montecatini (Itália), vítima de um ataque cardíaco.


Looks masculinos da Dior para a primavera 2022 - Foto: Brett Lloyd per Dior


Embora Bohan tenha sido menos aclamado pela crítica que muitos dos sucessores da Dior, tanto Jones como a diretora criativa de moda feminina da Dior, Maria Grazia Chiuri, referiram frequentemente Bohan nos seus desenhos, mergulhando na sua abordagem juvenil, nos seus gráficos e nos seus conhecimentos comerciais.
 
Além disso, a mudança de Jones da Vuitton para a Dior viu-o florescer como alfaiate exímio, desde as calças lânguidas, idealmente cortadas, até aos casacos hiper-crisp cortados com lapelas compridas profundas, e cingidos na cintura com cintos a condizer.

Kim é também parcial a estampados de felinos para malhas, conjugados com casacos de caxemira verde-leopardo ou camisolas de gola alta com borda de rolo em bege. Novamente extemporâneo no arquivo, desde que Monsieur Dior ditou impressões de leopardo em 1947, na sua coleção de estreia para a famosa Dior apelidada The New Look.
 
Outras ideias interessantes incluíram uma camisola Aran com decote em V na linha do pescoço, e uma série de casacos Eisenhower com bolsos de abas superiores e inferiores inclinadas. Elementos vistos em tosquias reversíveis suaves, lãs finas ou nylon.


Look masculino da Dior para a primavera 2022 - Foto: Brett Lloyd per Dior


Um humor americano: desde camisas de basebol com logótipo a um casaco colegial preto e cinzento com as palavras "Christian Dior Atelier, Paris Avenue Montaigne 47", referindo-se ao ano de fundação da maison.
 
Mas acima de tudo, o inglês Kim Jones criou muitos acessórios apelativos: desde vários novos sacos Dior Saddle, com alças cruzadas no ombro, até a um saco de fim-de-semana batizado de Lingot, a alguns ténis novos e giros B30.

Marc Bohan e Monsieur Dior teriam certamente aprovado.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.