×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
25 de nov de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Dolce & Gabbana propõe novo formato de compras virtuais

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
25 de nov de 2020

A Dolce & Gabbana continua a sua revolução digital. Logo após ter produzido mini desfiles virtuais para acompanhar o seu projeto see now buy now, a casa italiana lança a Virtual Boutique Experience. Um site dedicado a uma nova forma de compras, concebido para levar virtualmente os clientes às suas lojas favoritas nos quatro cantos do mundo, ao mesmo tempo que lhes oferece uma experiência de compra semelhante à proposta nos pontos de venda físicos.
 

Visita digital da loja da rue du Faubourg Saint-Honoré - Dolce & Gabbana


Lançado em setembro no Japão, em Osaka, e na Austrália, em Chadstone, bem como em Itália através das flagships de Veneza e Roma (Piazza di Spagna), o projeto acaba de ser implementado em Paris, incluindo na sua lista de lojas virtuais o seu prestigiado endereço nos números 3/5 da rue du Faubourg Saint-Honoré, que alberga as suas coleções de acessórios e de pronto-a-vestir feminino e masculino.
 
Entrando na plataforma virtualboutique.dolcegabbana.com, o visitante clica no seu destino de eleição entre os disponíveis no momento (os diversos endereços não são apresentados todos ao mesmo tempo, mas de forma intermitente).

O sistema permite que o cliente se movimente e visualize a loja a 360 graus. Ao clicar nas pastilhas colocadas sobre a mercadoria, pode aceder à fotografia e à ficha de produto detalhada. A partir daí, o cliente pode marcar uma consulta com um vendedor, através de um e-mail, para obter mais informações sobre o artigo que lhe interessa. Também pode agendar uma visita virtual acompanhada por um vendedor real por telefone ou videochamada.

Os fundadores e criadores da marca, Domenico Dolce e Stefano Gabbana, esperam ter encontrado uma solução para o confinamento com este novo formato de compra, que deverá ser implementado noutras lojas em todo o mundo. A ideia, como explica a marca em comunicado, é “oferecer ao cliente a possibilidade de mergulhar no universo da marca onde quer que se encontre e a qualquer momento através de um tour virtual a 360 graus em algumas das suas melhores boutiques".

Abolir fronteiras, aproximando pontos de venda distantes e inacessíveis em tempos de pandemia, já é possível graças à tecnologia. Assim como manter a relação entre a marca e o consumidor, que ainda é uma das melhores formas de envolver o cliente. A única desvantagem é a fórmula não permitir que o produto seja adquirido diretamente neste site dedicado, limitando assim a fluidez da experiência.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.