×
357
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
EL CORTE INGLÉS, GRANDES ARMAZÉNS SA
Vendedores de Moda
Efetivo - CLT · LISBOA
RE/MAX COLLECTION, MAXGROUP
Profissional do Setor de Moda (m/f) Com Vertente Comercial
Estágio · LISBOA
BROWNIE
Sales Advisor
Efetivo - CLT · PORTO
BROWNIE
Sales Advisor
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - 8ª Avenida - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · São João da Madeira
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Parque Atlântico - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Ponta Delgada
CONFIDENCIAL
Engenheiro(a) de Qualidade Têxtil - Vestuário
Efetivo - CLT · PORTO
SANDRO PORTUGAL
Concession Manager - Lisboa el Corte Ingles h/m
Efetivo - CLT · LISBOA
LION OF PORCHES
Técnico(a) de Qualidade
Efetivo - CLT · VILA DO CONDE
RALPH LAUREN
Sales Associate (Vendedor Loja)
Efetivo - CLT · Alcochete
SANDRO PORTUGAL
16 Hours Sales Assistant Lisbon h/m
Trainee · LISBOA
MINGA LONDON
Stylist
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de fev de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Douglas reorganiza-se no sul da Europa e coloca Fabio Pampani à frente da região

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de fev de 2021

A reestruturação da Douglas atinge a sua direção. Depois de, no final de janeiro, a empresa alemã especializada em distribuição de beleza anunciar o encerramento de 500 das suas 2.400 lojas na Europa, além da eliminação de até 600 postos de trabalho em Espanha, nesta terça-feira, 9 de fevereiro, a plataforma confirma a reorganização da sua estrutura no sul do continente. Uma decisão que envolverá a unificação das filiais de Portugal, Espanha e Itália.


Fabio Pampani torna-se no novo CEO da Douglas para o sul da Europa - Douglas


Quem irá assumir o comando da região, a partir de março, será Fabio Pampani, que desde 2017 ocupa o cargo de CEO da empresa em Itália. Com uma longa trajetória na área do retalho, o executivo italiano iniciou a sua carreira no Gruppo Coin e continuou-a, em 2001, como diretor-geral da OVS. Nove anos mais tarde, ocupou o mesmo cargo na Upim e, em 2013, foi nomeado diretor-geral da cadeia italiana de perfumarias LLG Leading Luxury Group. Em novembro de 2017, o grupo Douglas adquiriu a empresa e colocou Fabio Pampani à frente da direção do mercado. Compra com a qual a empresa alemã se tornou na primeira distribuidora de perfumaria em Itália, com mais de 500 lojas.

Tina Müller, CEO da Douglas, comentou sobre a nomeação de Fabio Pampani: “Com a sua experiência e profundo conhecimento do mercado, é o líder certo para concretizar o grande potencial da Douglas e prestar o melhor serviço aos nossos clientes do sul da Europa à medida que a empresa continua a sua evolução rumo a uma empresa digital com lojas físicas.” O recém-nomeado presidente regional e diretor-geral da Douglas Sul da Europa estará à frente de uma nova estrutura unificada.

A responsável máxima da empresa com sede em  Düsseldorf (Alemanha) continuou: “Estamos convencidos de que posicionámos muito bem a região do sul da Europa para os desafios futuros. A reorganização da estrutura da Douglas permitir-nos-á agora uma gestão mais centralizada.” Estas mudanças de direção fazem parte da estratégia de “transformação rumo uma empresa digital com lojas físicas”, que a empresa anunciou a 28 de janeiro, coincidindo com o anúncio da sua reestruturação europeia e do encerramento de 20% da sua rede de distribuição física.
 
Para a empresa, o objetivo é privilegiar o canal online que, no seu exercício de 2019/2020, encerrado em setembro passado, registou uma contração de 6,4% do volume de negócios para 3,2 mil milhões de euros. Nesse período, as vendas através da internet cresceram 40,6% para 822 milhões de euros. Uma atividade digital que chegou a representar em média 25% do total, enquanto na Alemanha essa percentagem subiu para 40%.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.