Dr. Martens faz recall de 30.000 botas

A Dr. Martens a fazer o recall de mais de 30.000 botas veganas nos Estados Unidos e no Canadá, após descobrir que estava a expor os seus utilizadores à substância química tóxica benzidina.


CPSC.gov

A bota em questão é o modelo unissexo Vegan 1460 eight eye. Aproximadamente 30 mil pares foram vendidos nos Estados Unidos e 900 adicionais foram vendidos no Canadá. O recall abrange a bota na cor vermelho-cereja com atacadores pretos, um modelo clássico da marca Dr. Martens. A bota custa 125 dólares.

A benzidina foi historicamente utilizada como componente de corantes, particularmente para tecidos e couro. O seu uso industrial e comercial foi proibido nos Estados Unidos, após a descoberta de propriedades cancerígenas. De acordo com o Instituto Nacional do Cancro, a exposição à benzidina está ligada ao cancro de bexiga. As botas da Dr. Martens foram feitas no Vietname.

A maioria dos calçados afetados foram comprados online através das lojas Dr. Martens, Amazon e Shoebuy, bem como noutros sites, no período de janeiro de 2015 a julho de 2017. As compras feitas nas lojas físicas da Dr. Martens, Journeys e outras lojas independentes também estão incluídas no recall.

A Dr. Martens Airwair USA emitiu o recall após descobrir que "o contacto prolongado e direto com o revestimento da lingueta da bota pode expor o utilizador ao produto químico".

Os consumidores estão a ser incentivados a interromper o uso da bota imediatamente e a entrar em contacto com a Dr. Martens para obter um reembolso total ou substituição do ítem.

De acordo com a US Consumer Product Safety Commission (Comissão de Segurança de Produtos de Consumo dos EUA), não houve ferimento relatado até o momento e o recall é preventivo.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - CalçadosIndústria
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER