Duas startups portuguesas no Dream Assembly da Farfetch

A Didimo e a Reckon.ai são as startups portuguesas escolhidas para integrar o programa Dream Assembly da luso-britânica Farfetch, que arranca já esta sexta-feira, dia 7 de setembro.


A Didimo – cuja tecnologia traz autenticidade às interações virtuais – e a Reckon.ai – que utiliza a visão computacional para recolher informação de websites, folhetos, catálogos e redes sociais, com o objetivo de criar uma plataforma onde os retalhistas possam, com facilidade e fidelidade, monitorizar a concorrência em tempo real – são duas das 11 startups que irão participar no programa, que irá decorrer em Lisboa ao longo das próximas 12 semanas.

As restantes empresas são a canadiana FTSY – ‘footsy’, a turca Buy Buddy, a Upteam de Hong Kong, a francesa Shopvious, a britânica The Restory, as norte-americanas WISHI e Villageluxe, a nigeriana Fashpa e a holandesa Auverture.

Para além de mentoria, oportunidades de networking e acesso a fundos iniciais, os participantes do Dream Assembly irão ainda usufruir, revela a Farfetch em comunicado, “de um bootcamp de uma semana com a aceleradora tecnológica 500 Startups, em São Francisco, nos Estados Unidos, e ainda um demo day em Londres, onde as empresas poderão apresentar os seus projetos a potenciais investidores”.

“As startups irão trabalhar com tecnologias como a realidade virtual e a inteligência artificial, e exploram formas de aplicar estas e outras tecnologias e de revolucionar o comércio”, completa.

Umas das marcas associadas ao projeto é a conceituada marca de luxo Burberry, que sendo parceira da iniciativa, “vai contribuir com conhecimento e recursos”.

“Ficámos muito satisfeitos por termos recebido tantas candidaturas de tantas empresas incríveis. As startups que escolhemos para integrar o primeiro grupo Dream Assembly têm todas um grande potencial para apresentarem soluções inovadoras, capazes de mudar o futuro do comércio”, refere em comunicado Stephanie Phair, a Chief Strategy Officer da Farfetch.

O projeto de aceleração Dream Assembly foi lançado em abril, na presença do primeiro-ministro António Costa, e as candidaturas decorreram até 10 de junho. Na altura do lançamento, José Neves, o presidente da Farfetch, afirmou “que toda a indústria da moda de luxo, incluindo a Farfetch, pode beneficiar ao dar apoio à nova geração de empresas tecnológicas que querem moldar o futuro do e-commerce“.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

Luxo - DiversosInovações
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER