×
Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
13 de mar de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Dufry anuncia corte de empregos devido à queda nas vendas provocada pelo novo coronavírus

Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
13 de mar de 2020

A empresa suíça de lojas de aeroportos, Dufry, anunciou que irá cortar postos de trabalho e prevê queda de um dígito nas vendas orgânicas deste ano, devido à pandemia de COVID-19, que levou o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a suspender viagens da Europa para os EUA.


Dufry anunciou que o crescimento orgânico desacelerou - Web Travelmarketsinsider


A Dufry, cujas ações caíram mais de 50% este ano, explicou em comunicado que está a tomar medidas para proteger a geração de fluxo de caixa, impulsionar as vendas e manter os lucros. Isso inclui reduzir o número de funcionários e renegociar alugueres, medidas com as quais a empresa espera gerar uma economia de 60 milhões de francos suíços (cerca de 57 milhões de euros) este ano. "Não prevemos problemas de liquidez durante as crises", disse a Dufry.

A Dufry, que possui mais de 2.400 lojas em aeroportos, navios de cruzeiro, estações de comboio e centros comerciais, explicou que o crescimento orgânico aumentou 3,8% até 8 de março, após sofrer uma queda de 7,3% em fevereiro.

A companhia com sede na Basileia registou uma dívida líquida de 3,1 biliões de francos ao final de dezembro de 2019 e anunciou que espera alcançar um crescimento orgânico de meio dígito negativo em 2020 "quando a situação melhorar no segundo semestre. Atualmente ainda é difícil calcular o impacto para o ano todo", destacou a Dufry.

Na quarta-feira (11), a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou o surto de COVID-19 como uma "pandemia" e o governo Trump impôs duras restrições às viagens provenientes da Europa.

© Thomson Reuters 2021 Todos os direitos reservados.