×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
23 de set. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Ebay, Alibaba e Amazon, mestres do comércio eletrónico transfronteiriço europeu

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
23 de set. de 2021

Pela primeira vez, os 100 maiores marketplaces do e-commerce transfronteiriço europeu ultrapassaram a marca de 100 mil milhões de euros em vendas em todo o continente. Na classificação dos principais players estabelecidos pela Cross-Border Commerce Europe, Vinted e Zalando destacam-se pela sua rápida ascensão.


Cross-Border Commerce Europe


Os mercados virtuais representaram cerca de 58% das vendas online transfronteiriças europeias em 2020. Uma participação que deverá subir para 65% até 2025. Por enquanto, só os americanos Amazon e Ebay dividem entre si mais de metade das vendas realizadas pelos marketplaces, com 44,3 e 22,8 mil milhões de euros, respetivamente. O restante é dividido entre os players europeus (22,3 mil milhões) e principalmente não europeus (25,8 mil milhões), com players como o chinês Alibaba, que ocupa o segundo e décimo primeiro lugares no ranking graças aos sites Aliexpress e Alibaba.
 
Em termos de players, o ranking destaca o crescimento da atividade CtoC, que atingiu 40% no ano passado, devendo chegar a 50% até 2025. Por enquanto, o BtoC representa 54% das vendas transfronteiriças.

Entre BtoC e CtoC, as vendas de produtos em segunda mão já representa 43% da atividade, devendo chegar aos 50% nos próximos quatro anos. É o caso da Vinted, que ganhou duas posições, chegando ao quinto lugar do ranking e se impôs como motor do fenómeno. Esta é seguida de perto pelo player holandês Olx, uma ramificação generalista da empresa holandesa Naspers.


Cross-Border Commerce Europe


O caso do mercado digital alemão Zalando, um "bom escalador", que passa num ano da 14ª para a 9ª posição, é igualmente destacado por esta edição da classificação. "Trata-se do mais forte marketplace transfronteiriço de moda da Europa, tendo registado um crescimento de 30,4% no seu volume de negócios ao longo do exercício de 2020", sublinha a Cross-Border Commerce Europe.
 
O portal americano CtoC dedicado à moda masculina Grailed ocupa o 17.º lugar na categoria de moda. Já o seu compatriota StockX assume, com o seu posicionamento CtoC e BtoC, a 20ª posição. Outro alemão completa os 25 primeiros classificados: a plataforma BtoC About You.


Shutterstock


No domínio dos generalistas, este ranking destaca a importância na Europa de plataformas como a americana Wish (7.º), a romena 'Emag', pilotada pela Naspers, em 13.º, e a japonesa Rakuten, que experimentou recentemente o CtoC (18.º). Sem esquecer o site letão Joom, que se instala na 24ª posição.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.