×
362
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
TAPESTRY
Sales Associate ii - ce pt Vila do Conde (20-39 Hours)
Efetivo - CLT · Vila do Conde
SALSA
Estágio Curricular - People & Talent
Estágio · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Estação Viana - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Viana do Castelo
THE KOOPLES
Store Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m) 1
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conde (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Ales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lango (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lago (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
18 de jun de 2019
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Em Florença e Milão, o homem hesita entre o asfalto e a selva

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
18 de jun de 2019

Do grande parque da villa Palmieri nas colinas de Fiesole, que acolheu o desfile da Givenchy perto de Florença, ao da Villa Reale, no coração de Milão, que serviu de cenário para o desfile da Fendi na manhã de segunda-feira, a semana da moda masculina italiana regressou ao esplendor do passado e adotou um grande desejo pelo verão, por fantasia e elegância.


Dolce & Gabbana, primavera-verão 2020 - © PixelFormula


Um vento quente atravessou a semana da moda masculina italiana, que marcou o início da temporada, em Florença, na segunda-feira, 11 de junho, com o salão Pitti Uomo, e terminou na segunda-feira, 17, com o último dia de desfiles milaneses. Tanto literal como figurativamente, com temperaturas crescentes e um desejo de férias sob a sombra de palmeiras. Milão reservou as melhores surpresas, saindo da sua rotina habitual com desfiles organizados em lugares inesperados, das siderurgias  abandonadas da Falck para a Ermenegildo Zegna, ao parque sob a "tangenziale" (o anel rodoviário de Milão) para a Sunnei ou ainda o metro para a Palm Angels.

"O município deu-nos um grande apoio, permitindo que a moda ocupasse espaços incomuns. Isso criou uma bela energia, que foi além da qualidade das coleções. Esta semana também confirmou o forte crescimento das marcas mais jovens, como M1992, Magliano, Sunnei e Palm Angels, entre outras", sublinha Carlo Capasa, presidente da Camera Nazionale della Moda Italiana (CNMI).

Este espírito simultaneamente festivo e chic reflete-se nas coleções, às quais o vestuário formal regressa em força, mas com um espírito mais descontraído, enquanto o sportswear diminui ou é geralmente menos sport e mais sóbrio. São raros os que ousam sweaters. Se o fizerem, é de uma maneira chic, como a sweater de couro da Zegna.

O fato e gravata está em quase todo o lado, mas a estrutura é menos restritiva, encontrando o equilíbrio perfeito entre conforto e elegância. Os casacos não são estruturados, sendo muitas vezes superdimensionados ou feitos em tecidos técnicos ultraleves. As calças são soltas e confortáveis, cortadas no tornozelo para garantir um movimento mais livre. Por vezes, é possível ver a roupa interior ultrapassar a cintura das calças.


Ermenegildo Zegna, primavera-verão 2020 - © PixelFormula

 
O conjunto de calça-casaco é proposto em modelos monocromáticos num espírito essencial, a maioria das vezes em tons neutros ou clássicos (branco, bege, cinza, preto, cinza azulado). O fato em xadrez de toque retro marca a tendência, assim como o algodão bege, com a versão curta XL, ao estilo explorador colonial. No mesmo espírito chic burguês, o sapato de vela faz o seu regresso, assim como a pequena camisola colocada sobre os ombros, as meias brancas e a gravata. Seja com flores ou modelos mais rigorosos, o homem do verão de 2020 gosta de usar a sua gravata por apertar ou um pouco solta.

No entanto, este não abandona a sua vida intrépida. Com as mãos livres graças a mini-pochettes que usa a tiracolo, prontamente adota o fato de trabalho ou uniforme militar com casaco de camuflagem e calças cargo. O caqui está em todo o lado, também declinado numa tendência cavalheiro-agricultor. Coletes levemente acolchoados, corta-ventos e impermeáveis ultra-leves e peças em malha completam este guarda-roupa casual.

O guarda-roupa para o próximo verão também se prepara para as altas temperaturas. O casaco é usado sobre o tronco nu, os chapéus de caminhada e de deserto são equipados com um véu que esconde a nuca, enquanto os calções em algodão leve com riscas finas fazem lembrar boxers. O roupão de banho ou a toalha de banho nunca estão muito longe.

Os estampados são inspirados em países quentes e tropicais, com a selva como fio condutor. Leopardo, grandes flores exóticas e aves tropicais são declinados em cores vivas em camisas de seda, calções ou fatos. O nosso homem também tem um fraquinho por pin-ups, vistas aqui e ali estampadas em camisas.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.