×
373
Fashion Jobs
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Centro Comercial Vasco da Gama (m, f)
Efetivo · Lisboa
TIFFOSI
Comprador de Moda (m/f)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo · Alicante
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Forum Coimbra e Coimbra Shopping (m, f)
Efetivo · Coimbra
SHON MOTT
Sales Assistant
Efetivo · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Braga Parque - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Braga
H&M
Sales Advisor Part-Time Para Madeira
Efetivo · Funchal
H&M
Sales Advisor Part-Time Para Fórum Montijo
Efetivo · Montijo
CH CAROLINA HERRERA
Vendedor/a Lisboa Full Time
Temporario · LISBOA
THE FEETING ROOM
Sales Assistant
Temporario · PORTO
CONFIDENCIAL
Senior Sales Assistant
Efetivo · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Dolce Vita Tejo (Ubbo) - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Amadora
RALPH LAUREN
Sales Associate Part Time/ Vendedor de Loja (Part Time)
Efetivo · Modivas
RALPH LAUREN
Sales Associate Part Time / Vendedor de Loja (Part Time)
Efetivo · Modivas
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Évora Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Évora
TIFFOSI
Store Manager/ Gerente de Loja
Efetivo · Beja
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Centro Comercial Lisboa (f/m)
Efetivo · Lisbon
LEVI'S
Part-Time 20h Levi Strauss Eci
Efetivo · Vila Nova de Gaia
SALSA
Digital Marketing Assistant – Suporte Aos Canais Paid Marketing, Newsletters e Redes Sociais
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
17 de set de 2019
Tempo de leitura
5 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Em Londres, sob a sombra do Brexit, uma semana entre o sagrado e o profano

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
17 de set de 2019

Nesta temporada, a Semana da Moda de Londres foi palco de um confronto estético entre dois campos opostos: o sagrado e o profano.


Simone Rocha - primavera-verão 2020 - Moda Feminina - Londres - © PixelFormula


No lado sagrado, foi possível assistir a desfiles elegantes e elegíacos, como os de Roksanda, Erdem e Richard Quinn.
 
No campo do profano, as coleções mesclavam tradição pagã e decadência arty, de Simone Rocha - muito inspirada pelos ritos irlandeses antigos - a Steve O Smith.

Na capital britânica, a sombra do Brexit originava uma atmosfera prejudicial - poucas pessoas ousavam pronunciar a palavra maldita. Cuidado com quem se aventura num pub a dar sua opinião sobre Boris Johnson: os ânimos aquecem rapidamente quando o assunto é esse.
 
Mas, alguns criadores correram mesmo assim o risco de falar sobre política. Um designer irlandês optou por abordar esta polémica questão. O soberbo desfile de Richard Malone incluiu brilhantes fatos com costuras expostas, usados com botas de pirata a combinar, surpreendentes vestidos de seda com franjas e casacos de militar minimalistas, todos num elenco de modelos multiétnico, algumas das quais usavam hijabs.


Erdem - primavera-verão 2020 - Moda Feminina- Londres - © PixelFormula


Sob um estrondo de aplausos, o criador cumprimentou o seu público, ostentando uma t-shirt azul onde se lia simplesmente "F ** k Boris".

Embora as preocupações com a imigração estivessem no centro dos argumentos a favor do Brexit, os desfiles londrinos estiveram repletos de modelos com véus. Inclusive na Burberry, provavelmente a marca mais icónica do Reino Unido.
 
Ironicamente, o Brexit poderá levar à dissolução definitiva do Reino Unido. Segundo pesquisas recentes, uma certa proporção de eleitores na Irlanda do Norte, ansiosos face à ideia de deixar a União Europeia, seria agora a favor de uma Irlanda unida. Além disso, três criadores oriundos da ilha impressionaram particularmente o público londrino: Richard Malone, Simone Rocha e Jonathan Anderson.

Segunda-feira, o dia mais importante da semana londrina, começou com uma meia hora cheia de graça proporcionada por Roksanda na Serpentine Gallery, no Hyde Park. As modelos desfilaram sob o efémero pavilhão criado este ano por Junya Ishigami - um telhado em ardósia espetacular, que emerge do chão e ondula como uma cobra em direção ao edifício principal da galeria.


Richard Malone - primavera-verão 2020 - Moda Feminina- Londres - © PixelFormula


Roksanda é provavelmente uma das principais razões parra assistir à fashion week de Londres. Em apenas algumas temporadas, a criadora conseguiu fidelizar um público exigente, encantado pela sua maturidade e pelo refinamento das suas coleções.
 
As suas primeiras silhuetas colocaram o fato no centro das atenções. Roupas folgadas e confortáveis, em cetim mate ou jersey cinzento, casacos e túnicas de chita - perfeitos para enfrentar o clima sombrio que escurece o céu de Londres. Os tons brancos e cinzentos claros escolhidos por Roksanda Ilinčić combinavam com as nuvens e com a música de Joni Mitchell, Both Sides Now, e os seus “ice cream castles in the air” ("castelos de gelado no ar").

Depois, vestidos fluidos cobertos de folhos, vestidos de noite fantásticos, cortados num estampado abstrato ultra-dinâmico, em jeito de um esplêndido graffiti. Um desfile confiante, orquestrado pela criadora mais sensível de Londres.
 
A atmosfera romântica continuou na Erdem, que apresentou um desfile dedicado a Tina Modotti, atriz italiana, estrela de cinema de Hollywood do cinema mudo, depois fotógrafa e ativista revolucionária. Mas, em vez dos macacões masculinos que usava com mais frequência, a Erdem propôs um vestido vitoriano experimental, salpicado de referências militares, usado com um chapéu de camponês mexicano. Tina Modotti, que morreu misteriosamente depois de deixar a casa de Pablo Neruda em 1942, certamente adoraria o desfile, realizado de maneira encantadora no meio de um beco arborizado, num parque no bairro de Holborn.


Roksanda - primavera-verão 2020 - Moda Feminina- Londres - © PixelFormula


A semana culminou no grande desfile-espetáculo de Richard Quinn, que convidou uma orquestra de 40 músicos e um coro de 80 cantores, de pé na varanda de ferro forjado de um obscuro salão de baile eduardiano no colorido bairro de Tower Hamlets.
 
Richard Quinn, o primeiro vencedor do prémio Queen Elizabeth II Award for Design, tem um conhecimento enciclopédico da história da moda. O criador apresentou toda uma série de vestidos de noite exóticos, perfeitos para uma infinidade de passadeiras vermelhas - enquanto os modernizava combinando-os com botas pretas de látex. Embora certas roupas fossem realmente sublimes, o peso da história talvez estivesse demasiado evidente em toda a coleção.
 
Richard Quinn tem provavelmente mais do que um truque na manga, mas ainda não sabemos o caminho que vai seguir: o de um historiador conceptual da moda - uma versão britânica de Viktor & Rolf ou Jeremy Scott - ou a de um criador verdadeiramente influente, como Dries Van Noten ou Dolce & Gabbana.


Richard Quinn - primavera-verão 2020 - Moda Feminina- Londres - © PixelFormula


Como sempre, os jornalistas adoram descobrir talentos em Londres, como Steve O Smith. Este último apresentou a sua coleção, batizada de "Garden Path" (Caminho do Jardim) no Sanderson Hotel - uma declaração de moda excêntrica, imaginada por um designer a acompanhar nas próximas temporadas.
 
Este anglo-americano nascido em Wimbledon formou-se na prestigiada Rhode Island School of Design (RISD), em Nova Inglaterra. 
 
As mulheres de Steve O Smith: debutantes elegantes, com um toque de originalidade. Entre as modelos, muitas ex-colegas do criador deslocaram-se a Londres para uma "reunião de turma" especial. Lembraremos especialmente os belos vestidos de baile retorcidos e com folhos, ou estampados com rosas gigantes pelo artista Benjamin Langford.
 
"Como uma sexta à noite que corre mal", brincou o criador após o desfile. Um bom resumo do ambiente pré-Brexit que atualmente se vive em Londres.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.