×
392
Fashion Jobs
L'OREAL GROUP
Business Partner Dpp
Efetivo - CLT · Lisbon
ADIDAS
HR Specialist - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
BWGROUP
Comercial Internacional - Espanha
Efetivo - CLT · BRAGA
ADIDAS
Financial Controller & Reporting Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Demand Planner Retail
Efetivo - CLT · Alicante
ADIDAS
HR Controlling & Data Analytics Senior Specialist (m/ f
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Manager - Project Management & Strategy
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Sap Specialist fi/co e HR
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
General Ledger Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
EL CORTE INGLÉS, GRANDES ARMAZÉNS SA
Sales Assistant (m/f)
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Vendeur(se) Aeroville 30h
Efetivo - CLT · Paris
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Strada Outlet (m/f)
Efetivo - CLT · Odivelas
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Alegro Setúbal (m/f)
Efetivo - CLT · Setúbal
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Campera Outlet (m/f)
Efetivo - CLT · Carregado
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time (m/f) - el Corte Inglês Lisboa
Efetivo - CLT · Lisboa
MR.MOOD
Estágio - Copywriter
Estágio · PORTO
ADIDAS
Senior Specialist Gbs Operations h2r - Payroll (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
General Ledger Accountant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Sales Associate
Efetivo - CLT · Faro
JD SPORT
Commercial Manager jr jd Portugal
Trainee · Agualva-Cacém
JD SPORT
Cloud Architech
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Data Engineer Sprinter
Efetivo - CLT · Alicante

Empresas como Gap Inc. querem usar água com mais sabedoria

Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 29 de ago de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Vestir calças de ganga pode tem um custo além do preço, uma vez que milhares de milhões de toneladas de água são usadas globalmente a cada ano para fabricar estes e outros bens de consumo.



Com o crescimento populacional e as mudanças climáticas a tornarem a água um recurso cada vez mais escasso e precioso, usá-la com sabedoria é agora a chave para manter uma empresa lucrativa. Desde o cultivo de algodão para têxteis até ao fabrico de bebidas e a garantia de água suficiente para os consumidores, o uso eficiente da água está no topo da agenda, disseram representantes de marcas populares durante os eventos de abertura da Semana Mundial da Água, em Estocolmo.

"A Gap Inc. encara a água como um direito humano", explicou Lisa Hook, que trabalha com inovação sustentável para a Gap Inc., à Thomson Reuters Foundation. "Não podemos fazer negócios onde não há água.” O algodão é uma colheita com sede e é necessário cerca de mil litros de água para fazer um par de calças de ganga, diz Hook. A indústria global de vestuário também contribui com cerca de 20% da poluição de fontes de água doce em todo o mundo com as suas lavandarias, fábricas e outras instalações, acrescenta.

Muitas empresas operam agora em regiões que enfrentam alto stress hídrico, como Índia, Vietname e Califórnia, disseram os representantes das empresas. Até 2025, metade da população mundial estará a viver em áreas com falta de água, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). O crescimento populacional, a mudança climática, a expansão económica e agrícola e o desmatamento estão a colocar maiores pressões sobre o suprimento limitado de água do mundo, dizem os cientistas.

Para a empresa sueca de móveis Ikea, a escolha do consumidor também é uma motivação importante para melhorar as práticas de água. "Há uma clara demanda dos clientes" por produtos mais ecológicos, diz Kajsa-Stina Kalin, líder de "vida saudável e sustentável” da Ikea. Segundo Kalin, “a verdade é que a mudança climática já não é uma ameaça distante” e “como uma grande marca global, sabemos que somos parte do problema, mas realmente queremos fazer parte da solução”.

A empresa, que teve um mil milhões de visitas às suas lojas distribuídas em 52 países no ano passado, tem como objetivo reduzir e reutilizar a água em todas as suas operações numa tentativa de atrair clientes ambientalmente conscientes. "Sabemos que as pessoas estão a optar cada vez mais por não fazer compras em empresas e marcas que não têm um trabalho ativo de sustentabilidade", diz Kalin.

© Thomson Reuters 2020 Todos os direitos reservados.