×
318
Fashion Jobs
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
19 de out de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Ennio Fontana confirmado na liderança da Roberto Cavalli

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
19 de out de 2020

A Roberto Cavalli confirma a nomeação do seu novo diretor-geral, Ennio Fontana. O executivo, que trabalhou durante vinte anos ao lado de Philipp Plein, tornando-se diretor-geral da marca de luxo suíça, assume agora as rédeas da casa florentina, em pleno relançamento.


Ennio Fontana - Roberto Cavalli


A nomeação "faz parte da reestruturação em curso da empresa italiana de moda de luxo", indica a mesma num comunicado. O jovem dirigente sucederá a Gian Giacomo Ferraris, que lidera a Roberto Cavalli desde 2016 e se comprometeu a garantir a transição até ao final de 2020, data em que o seu mandato chega ao fim.
 
Ennio Fontana comentou: “Estou entusiasmado por ser chamado para fazer parte desta histórica empresa de moda, que sempre foi pilotada com paixão e criatividade. Estou convencido de que a marca tem excelentes bases para construir o próximo capítulo de sucesso da sua evolução." O novo líder diz-se "confiante em poder contribuir para o contínuo crescimento e desenvolvimento da marca Roberto Cavalli”.

Ennio Fontana conhece bem a Roberto Cavalli, uma vez que desde o ano passado o grupo Philipp Plein cogitou fazer uma oferta para comprar a marca com um parceiro financeiro. Até agora, o gestor trabalhou principalmente ao lado do designer alemão Philipp Plein, de quem foi braço direito, acompanhando a ascensão meteórica da sua casa. Chegou mesmo a deter uma participação minoritária na Billionaire, a marca de roupa masculina de luxo que passou para as mãos do grupo suíço em 2016.

Adquirida em 2019 pelo multimilionário do Dubai Hussain Sajwani, fundador e presidente da gigante imobiliária Damac Properties, a Roberto Cavalli, que se encontra em declínio há vários anos e ainda não encontrou um diretor artístico desde a saída de Paul Surridge em março de 2019, iniciou no ano passado uma grande reestruturação. Recentemente, a casa fechou as suas instalações de Sesto Fiorentino, a norte de Florença, concentrando todas as suas atividades em Milão, demitindo cerca de 100 pessoas num total de 170.

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.