EssilorLuxottica confirma projeto de aquisição da GrandVision

A EssilorLuxottica anunciou esta quarta-feira um plano para adquirir a participação de 76,72% detida pelo fundo de investimento HAL Holding N.V. no grupo ótico holandês GrandVision e confirmou os seus objetivos para 2019 após a progressão dos seus resultados no primeiro semestre. 


REUTERS/Alessandro Bianchi

A número um mundial em lentes e armações indicou num comunicado que planeia adquirir a participação da HAL na GrandVision a um preço de 28 euros por ação, que será aumentado em 1,5% - ou seja, 28,42 euros - se a transação não se realizar dentro de 12 meses após este anúncio.
 
Apoiada pela direção e o conselho fiscal da GrandVision, a operação representará cerca de 5,5 mil milhões de euros por 76,72% do capital do grupo holandês, proprietário das marcas GrandOptical e Générale d'optique em França. A EssilorLuxottica planeia lançar uma oferta pública obrigatória sobre as ações da empresa após o acordo com a HAL, que concordou em vender as suas ações.

Com a aquisição da GrandVision, que deve ser concluída num espaço de 12 a 24 meses, a EssilorLuxottica irá expandir a sua plataforma de comércio a retalho, principalmente na Europa, com a adição de mais de 7.200 lojas em todo o mundo, com mais de 37 mil funcionários e 3,7 mil milhões de euros em volume de negócios anual.
 
O grupo, nascido da fusão, no ano passado, entre a gigante francesa de lentes oftálmicas Essilor e a empresa ótica italiana Luxottica, também registou no final de junho um resultado líquido ajustado de 1,1 mil milhões de euros (+6,8%), um resultado operacional ajustado de 1,5 mil milhões (+4,3%) e um volume de negócios de 8,8 mil milhões (+7,3%).
 
A EssilorLuxottica, que dá prioridade à "aceleração do processo de integração e simplificação" do grupo, ainda tem como meta para 2019, a taxas de câmbio constantes, um crescimento nas vendas entre 3,5% e 5,0% .
 
A empresa continua a apontar, ainda a taxas de câmbio constantes, para um aumento no seu resultado operacional ajustado de 0,8 a 1,2 vezes o das vendas e um aumento no resultado líquido ajustado de 1,0 a 1,5 vezes o do volume de negócios.

Traduzido por Estela Ataíde

© Thomson Reuters 2019 All rights reserved.

ÓculosDistribuiçãoNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER