×
355
Fashion Jobs
GIANNI KAVANAGH
PR / Influencers Management
Efetivo · BRAGA
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Country Manager Iberica Textile
Efetivo · PORTO
SALSA
Ecommerce Product Manager – Desenvolvimento do Negócio Digital da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
FARFETCH
Account Manager (Italian Speaker)
Efetivo · PORTO
LION OF PORCHES
Copywriter
Efetivo · MINDELO
SPORT ZONE
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
FOREO
Business Development Specialist
Efetivo · Lisbon
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services - Compensation (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
MAX MARA PORTUGAL
Sales Assistant - Max Mara - el Corte Ingles
Temporario · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Guimarães Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Guimarães
ISADORA LIMARE
Communication Assistant
Estágio · LISBOA
Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
21 de ago. de 2018
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Estée Lauder: volume de negócios aumenta 16% num ano

Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
21 de ago. de 2018

Beneficiando do crescimento das vendas dos seus cremes, o grupo de cosméticos americano Estée Lauder superou as expectativas no quarto trimestre e para a totalidade do seu exercício fiscal, de acordo com um comunicado divulgado na segunda-feira.


Graças ao sucesso dos seus cremes, aEstée Lauder registou um bom crescimento nos últimos 12 meses


Resultados que foram bem recebidos na Bolsa de Valores de Nova Iorque, onde às 18h40 GMT a ação ganhava 3,11%, para 140,17 dólares.
 
É certo que o lucro líquido do grupo decresceu 11%, chegando a 1,1 mil milhões de dólares nos doze meses encerrados a 30 de junho. Mas, repartido por ação e excluindo itens extraordinários, em referência a Wall Street, isso equivale a 4,51 dólares. O que é um pouco melhor do que o esperado pelos analistas financeiros.

No mesmo período, a faturação do grupo aumentou 16%, para 13,68 mil milhões de dólares, um recorde, segundo a empresa. "As vendas aumentaram para praticamente todas as nossas marcas", sublinhou o CEO da empresa, Fabrizio Freda, num comunicado.
 
Em particular, os produtos da marca Estée Lauder subiram 22% a taxas de câmbio constantes, enquanto as vendas da La Mer ultrapassaram pela primeira vez os mil milhões de dólares em volume de negócios, observou. As marcas Origins e Clinique também colaboraram para o bom desempenho da divisão dedicada aos cremes, a mais importante da empresa.

A Estée Lauder também destaca o sólido crescimento das suas vendas nos aeroportos e na internet.
 
No quarto trimestre, a casa-mãe do grupo também superou as previsões dos analistas, com as vendas a subirem 14%, para 3,3 mil milhões de dólares.
 
O seu lucro caiu 19%, para 186 milhões de dólares, mas ajustado por ação eleva-se a 61 cêntimos, enquanto os analistas esperavam 56 cêntimos.
 
No período em análise, foram principalmente os cremes que atraíram mais clientes, com as suas vendas a saltarem 29%. A progressão das vendas de produtos de maquilhagem, como M.A.C (+4%), de perfumes (+11%) ou de produtos capilares (+8%) foi mais modesta.

Neste quadro positivo, surge uma pequena sombra: as previsões da empresa para o atual ano fiscal estão abaixo das expectativas. A Estée Lauder espera um crescimento nas vendas entre 4% e 5% e um lucro por ação ajustado compreendido entre 4,62 e 4,71 dólares, valor inferior aos 4,99 dólares previstos pelos analistas.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.