×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de set. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Etro nomeia Fabrizio Cardinali como CEO

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de set. de 2021

Começa um novo capítulo para a Etro. A casa de luxo italiana, desde julho sob controlo da L Catterton, que assumiu uma participação de 60% do capital, tem um novo CEO, Fabrizio Cardinali.
 

Fabrizio Cardinali - Etro

 
Este último sucede a Francesco Freschi, que liderava a marca desde 2015, após ter colaborado como consultor da Etro durante 20 anos. Cardinali assumirá o cargo nos próximos meses e trabalhará em contacto direto com o fundo de ide private equity L Catterton, cofundado pela gigante do luxo LVMH, e com a família Etro, incluindo o seu fundador e presidente Gerolamo Etroi, informa a empresa em comunicado.
 
O executivo italiano atuava desde 2017 como diretor de operações da Dolce & Gabbana, além de ser membro do conselho de administração da empresa de Milão. Anteriormente, dirigiu duas marcas do grupo suíço de luxo Richemont: Lancel e, posteriormente, Alfred Dunhill.

Um parêntese antes de regressar à Dolce & Gabbana, uma vez que já tinha trabalhado cinco anos antes para a marca de Domenico Dolce e Stefano Gabbana, nomeadamente como diretor de vendas e marketing.
 
No passado, Fabrizio Cardinali, que conta com 25 anos de carreira no luxo e na moda, trabalhou para marcas como Diesel e Levi Strauss.
 
No comunicado, Gerolamo Etro, que em 1968 fundou a casa conhecida pelos seus tecidos e pelo seu emblemático padrão paisley, alegra-se em receber "um manager brilhante e de grande experiência como Fabrizio nesta nova fase significativa para a empresa”. “Estou firmemente convencido de que a sua visão e o seu conhecimento do negócio contribuirão para reforçar o crescimento da Etro e o seu posicionamento como marca líder no panorama mundial do luxo.”
 
A empresa, que se reestruturou nos últimos anos, prepara-se para entrar numa nova fase de crescimento e expansão internacional. Antes da pandemia, tinha um volume de negócios de quase 285 milhões de euros.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.